Governo do Estado começa recuperação do aeródromo de Jordão

O governo do Estado, em parceria com a prefeitura de Jordão, começa nesta quarta-feira, 18, a recuperação da pista do aeródromo de Jordão. Uma das quatro cidades do Acre isoladas via terrestre, só é possível chegar a Jordão de barco ou avião. Por isso, o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre) inicia o trabalho de tapa buracos neste inverno e planeja no verão um trabalho de recuperação mais abrangente.

4682320787 80ffc3bb6b o-620x300

Os primeiros processos licitatórios devem ser iniciados a partir de julho deste ano/Foto: Secom

Segundo o diretor-presidente do Deracre, Ocírodo Oliveira, já foram encaminhadas 100 sacas de cimento além de brita para o município a fim de realizar a operação tapa buraco da pista. A prefeitura de Jordão será responsável por ceder a areia necessária e a mão de obra. “Faremos um trabalho paliativo nesse período de chuvas para que a pista continue operante, não isolando o município”, disse Ocírodo.

Apoio federal – O governo federal anunciou em fevereiro, por intermédio da Secretaria de Aviação Civil (SAC), que investirá R$ 2 bilhões em reforma e construção de 80 aeroportos de oito estados da região amazônica. O Acre é um dos contemplados pelo recurso. Estão previstas intervenções nos aeroportos de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Tarauacá e nos aeródromos de Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

Os primeiros processos licitatórios devem ser iniciados a partir de julho deste ano, e o prazo estimado para as reformas é de 8 a 18 meses. Em entrevista concedida ao site da SAC, o ministro-chefe da aviação civil, Eliseu Padilha, afirmou que o enfoque na região amazônica permitirá não só a interiorização do transporte aéreo, como também do desenvolvimento econômico da área.

comentários

Veja também