Polícia Civil prende suposto integrante de facção criminosa, em Rio Branco

Foram colhidos indícios suficientes para solicitar um mandado de prisão preventiva contra Mota

unnamed-31

O suspeito/Foto: ContilNet

A Polícia Civil apresentou a prisão de Gerlan Alain Mota Lopes, de 31 anos, suspeito de integrar uma facção criminosa que atua na Capital e também no interior do Estado. A prisão foi cumprida na manhã desta terça-feira (28), em uma residência localizada na Rua Hosana Carneiro, região do bairro João Eduardo, em Rio Branco.

De acordo com o delegado Karlesso Néspoli, as prisões são fruto de investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Combate ao Crime Organizado (Decco). Foram colhidos indícios suficientes para solicitar um mandado de prisão preventiva contra Mota, sobre a suspeita de participar diretamente de uma organização criminosa.

O crime de organização criminosa está tipificado no art. 2º da Lei nº 12.850/2013: “Promover, constituir, financiar ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa. Podendo o suspeito se condenado pagar pena de reclusão de 3 a 8 anos, e multa, sem prejuízo das penas correspondentes às demais infrações penais praticadas.

comentários

Veja também