“Se todos os procuradores e juízes fossem honestos como os da Lava Jato, a corrupção não chegaria a este ponto”, diz deputado

Ameaça de renúncia

Os procuradores da Operação Lava Jato ameaçaram renunciar caso o pacote de medidas contra corrupção seja sancionado pelo presidente Michel Temer. Quer dizer que os procurados estão contra existir mais responsabilidades nas investigações e processos? Eles acham que estão acima de todas as suspeitas? Vamos ser responsáveis pelo trabalho que realizam e arcar com as consequências se os procedimentos fugirem dos rigores da lei.

Demonstram medo da própria Justiça

“Não será possível continuar a Lava Jato se a lei da intimidação for aprovada. Vamos renunciar coletivamente”, disse o procurador Deltan Dallagnol. Qual o medo os procuradores e juízes da responsabilização pelo abuso de autoridade? As condutas serão analisadas ou julgadas pelo próprio Judiciário, então qual a perseguição que pode existir?

02-procuradores-007

Vídeo esclarecedor

O deputado federal Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS) foi contra o sistema ao colocar a situação que existe nessa guerra entre Legislativo, Executivo e Judiciário. Em seu depoimento na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) o parlamentar explicou a situação que o Brasil vivencia até os dias de hoje.

Redeu suspeitas na Casa Rosada

Um dos membros da família do secretário de Tião Viana (PT) disse que a notinha de ontem rendeu muita conversa na Casa Rosada do governo. A suspeitas estão entre cinco ocupantes de pastas estratégicas. Não se preocupem que já faz algum tempo que o secretário vem desanimado, principalmente com a situação financeira. Na verdade ele queria se projetar para ser candidato a deputado, mas pelo andar da carruagem deve desistir do objetivo.

Não alterou muita quase nada

A comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal aprovou o fim do Foro privilegiado para procuradores, magistrado parlamentares, governadores e prefeitos para crimes comuns. Como fica os crimes como recebimento de propina, desvio de dinheiro público e má gestão dos recursos públicos? Eles continuam com seus privilégios resguardados perante os crimes de colarinho branco.

Os crimes ao erário?

São raros os políticos que cometem crimes comuns. Os crimes dos políticos são principalmente ao erário. Vamos acabar com esse falso moralismo que existe na República há décadas. Se quiserem se igualar a sociedade que respondam fielmente a todos os crimes de acordo com suas instâncias específicas.

Falta opção e envolvimento na política

Os brasileiros estão decepcionados com os políticos, mas a política é essencial para a sobrevivência de uma sociedade organizada e com princípios. O Brasil vai mudar quando a população de bem aprender a se colocar como representante na política no lugar nos corruptos de plantão que fazem jogo de interesses das “castas” que existe no país.

03-mazinhoOs primeiros 100 dias dirá tudo

O prefeito eleito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (PMDB), pretende comprovar nos primeiros 100 dias que foi eleito para mudar os rumos do desenvolvimento da cidade. Nos últimos 12 anos, o município se transformou em uma verdadeira buraqueira, sem falar na sujeira presente nas ruas.

Não existe mais FPA

A Frente Popular, que ajudou os irmãos Vianas a chegarem aos mais altos cargos da política acreana, não existe mais. Antes os representantes dos partidos debatiam em plenária os rumos e projetos da FPA. Hoje, o PT manda em tudo e os partidos aliados, bem como os nanicos, somente homologam as decisões. Aceitam para não ficarem sem os gordos cargos comissionados indicados pelos parlamentares.

01-nil-figueredoO candidato do governador

O diretor presidente do Iteracre, Glenilson Figueiredo, o Nil, deve ser o candidato a deputado estadual do governador. Membros de alta patente da sigla confirmam que a possibilidade é real por ser um dos nomes da mais alta confiança de Tião Viana. Se realmente Nil for candidato em 2018, será um nome que sempre representou verdadeiramente a comunidade da baixada da Sobral.

Trabalho prestado

O diretor presidente do Iteracre começou seu trabalho social com a escolinha de Kung Fu na baixada que foi levada a diversas escolas e comunidades. Nil foi um dos professores que mais conquistou títulos com seus atletas. Além é claro de presidir a Confederação da categoria com ações de estrema importância social e esportiva.

comentários

Veja também