Sena: pacientes lotam corredores de hospital após surto de viroses; diretoria busca recursos

"Tenho problemas sérios de coluna e chegar ainda ter que ficar sentada numa cadeira sem um pingo de conforto é muito ruim”, disse uma paciente

O ano não começou muito bem no Hospital João Câncio Fernandes, os pacientes estão tendo que tomar soro nos corredores do hospital por não ter leitos suficientes para acomodá-los. Além dos pacientes, os acompanhantes também ficam aglomerando o local de passagem para funcionários e macas, o que gera tumulto e transtorno principalmente aos doentes que estão ali para tentar se recuperar e acabam se deparando com essa situação de precariedade da saúde local.

Dona Maria Raimunda reclamou do atendimento na unidade /Foto: ContilNet

Dona Maria Raimunda da Silva, de 61 anos, diz que além de chegar doente em um hospital, é revoltante não ter o mínimo de conforto para amenizar o mal estar do paciente. “Eu estou achando péssima essa situação, porque eu, além de estar há dias me sentindo mal, tenho problemas sérios de coluna e chegar ainda ter que ficar sentada numa cadeira sem um pingo de conforto é muito ruim”, disse.

Segundo o diretor do hospital, Juza Bispo, raramente isso acontece no João Câncio e que por conta de um surto de doenças virais causadas pelo clima na região muitos pacientes precisaram tomar soro, causando essa superlotação no hospital.

“Tem momentos em que a nossa população é afligida por alguma espécie de surto de doenças ocasionadas por vários fatores, como mudanças bruscas do clima, fatores relacionados a água e com isso nossas enfermarias e a base de observação ficam superlotadas. Mas essa situação é rara e nós estamos muito confiantes de que esse quadro irá mudar muito em breve”, disse Bispo.

Ele ressaltou que nos próximos meses do ano 2017 a expectativa para a ampliação do Hospital João Câncio Fernandes é grande e que as obras já estão na programação de metas do Governo do Estado para a saúde de Sena Madureira.

Pacientes tomando soro no corredor do hospital /Foto: ContilNet

“Essa história irá mudar muito em breve, temos grandes e boas expectativas para 2017, nós estamos aguardando essa obra a qual o Governo do Estado juntamente com a parceria do deputados Alan Rick e Léo de Brito estão alocando verbas para construirmos um novo João Câncio, com início em 2017”, completou.

Juza Bispo afirmou que apesar de dificuldades, futuro do hospital é promissor com auxílio do Governo /Foto: ContilNet

Bispo finalizou dizendo que mesmo assumindo a direção do hospital já no final de 2016 e em meio a uma crise econômica, alguns avanços tem sido alcançados na sua gestão e que 2017 será um ano de muito trabalho e conquistas.

“Graças ao apoio do secretário Gemil Júnior e o Governo do Estado, conseguimos melhorar algumas coisas aqui no João Câncio, como os aparelhos de raio-x que faltava material e manutenção para realizar os exames, já estão devidamente funcionando com todo o material necessário, estamos também com o aparelho de ultrassonografia atendendo mais de 60 pessoas diariamente o laboratório está com material suficiente e estamos realizando exames.”

Bispo finalizou dizendo que: “A ambulância do Samu que atende não só Sena Madureira, mas todas as adjacências e estava há oito meses quebrada, já está funcionando normalmente, podendo atender as demandas. Então, eu só tenho a agradecer pelos avanços, sabemos que ainda precisamos avançar mais e estamos trabalhando para isso”.

comentários

Veja também