Acre celebra Dia do Índio com legislação estadual voltada para a educação indígena

Atualmente, o Acre possui 600 professores indígenas atuantes

Com mais de sete mil alunos indígenas distribuídos em 212 escolas construídas nas aldeias, o estado do Acre celebra o Dia do Índio com mais uma conquista: a criação de uma legislação estadual que reconhece e especifica a educação indígena no Acre.

Esse instrumento foi criado durante o último encontro de professores indígenas, promovido no início deste mês, em Rio Branco, sendo esta a primeira legislação do gênero no Brasil.

Educação Indígena agora é reconhecida no Acre /Foto: Eunice Caetano

Atualmente, o Acre possui 600 professores indígenas atuantes. Segundo Paulo Roberto Ferreira, coordenador da Educação Indígena da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), tratam-se de mudanças para melhor direcionar esse segmento educacional: “Essa legislação garante as especificidades, interculturalidades e a diferença na educação escolar indígena, norteando a gestão e garantindo a continuidade da política pública.”

Para este ano, foram anunciadas pelo governo do Estado a entrega de mais nove escolas, em parceria com as secretarias de Educação e Obras Públicas. Além destas, também foi anunciada a implantação de um Centro Cultural Bilíngue, na aldeia Água Viva, localizada na Terra Indígena de Huni Kuin, no município de Tarauacá.

Com informações da Agência de Notícias

comentários

Veja também