Polícia Civil prende acusado de matar vendedor de algodão-doce em Sena

Menos de meia hora depois do primeiro crime ele teria atingido com um tiro na cabeça um adolescente de 16 anos

A Polícia Civil prendeu Hermínio Júnior de Melo Andrade, de 22 anos, acusado pela morte de Geraldo Cezário dos Santos, de 48 anos, vendedor de algodão-doce assassinado com um tiro nas costas. O suspeito foi preso na cidade de Sena Madureira, distante 144 quilômetros da Capital, na tarde de terça-feira (18) em cumprimento a um mandad autorizado pela Justiça.

Hermínio Júnior de Melo Andrade, de 22 anos

Andrade é casado com a enteada de Geraldo Cezário e disse, em depoimento, que cometeu o crime por vingança, porque tempos atrás a vítima havia lhe desferido um golpe na cabeça.

O que chamou atenção da polícia é que, após cometer o homicídio, o acusado, acompanhado de um menor, tentou contra a vida de uma outra pessoa. Menos de meia hora depois do primeiro crime ele teria atingido com um tiro na cabeça um adolescente de 16 anos que morreu nesta quarta-feira (19).

Preso, Andrade foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos. “O trabalho de investigação desenvolvido pela Polícia Civil proporcionou a elucidação desse crime e da tentativa de homicídio aqui no município”, disse o delegado Marcos Franck.

SAIBA MAIS

Adolescente baleado em Sena Madureira na Páscoa tem morte cerebral confirmada nesta quarta

 

comentários

Outras Notícias

Veja também