SGA elimina três candidatos irregulares do concurso da Polícia Civil do Acre

As investigações devem continuar, tendo em vista que além desta irregularidade recai ainda a notícia de possível subcontratação da Funcab para aplicação do certame

A Secretaria de Estado da Gestão Administrativa (SGA) divulgou no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (18) a eliminação dos três candidatos que realizaram as provas objetiva e discursiva do concurso público da Polícia Civil, que estavam inscritos para realizar as provas em Cruzeiro do Sul, mas pela má condição do tempo perderam o voo e teriam obtido autorização da organizadora do concurso para realizar as provas em Rio Branco no último dia 7 de maio.

De acordo com a SGA, a decisão foi tomada em observância ao disposto no subitem 9.11 do Edital de abertura do concurso que deixa claro que as fases do concurso serão realizadas em dia, horário e locais indicados nas publicações oficiais e no Comunicado Oficial de Convocação para Prova (COCP).

O subitem 9.11 também informa que não haverá segunda chamada, nem justificativa de falta, sendo considerado eliminado do concurso o candidato que faltar às fases. Além de não ocorrer aplicação de prova fora do horário, data e locais pré-determinados.

Foram eliminados um candidato ao cargo de agente de Polícia Civil e dois candidatos ao cargo de delegado. A eliminação no certame, bem como os dados do número de inscrição e nome em ordem alfabética, estão disponíveis no Edital publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira.

Na quarta-feira (17), o Ministério Público Estadual instaurou procedimento para a apuração de possíveis irregularidades na realização do Concurso Público. As investigações devem continuar, tendo em vista que, além desta irregularidade, recai ainda a notícia de possível subcontratação para aplicação do certame, face a identificação da logo da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (FUNCAB) na prova aplicada no turno da tarde, de redação.

comentários

Veja também