Comando sindical convoca servidores municipais para paralisação neste terça-feira

Representam o Comando Sindical municipal: Assermurb, Sindicato dos Urbanitários, Sintraterra, Sinproacre, Sintae, Sintesac, Spate e Sindifac

O Comando Sindical formado por 8 sindicatos da base Municipal emitiu nota convocando todos os trabalhadores municipais para paralisarem suas atividades por um dia na próxima terça-feira (20) visando uma reposta da prefeitura, se vai conceder reajuste ou recomposição salarial para os mais de 4 mil trabalhadores.

As categorias almejam a reformulação e aprovação de Planos de Cargos, Carreira e Remuneração por segmentos, como o que vem sendo trabalhado pela gestão com os auditores fiscais de tributos. Contudo, eles deixam claro que não são contrários ao PCCR dos auditores, mas contrários à metodologia usado pela gestão municipal, que deixa de fora os outros 4 grupos de auditores, como também as outras categorias que necessitam de atualização do PCCR.

Representam o Comando Sindical municipal: Assermurb, Sindicato dos Urbanitários, Sintraterra, Sinproacre, Sintae, Sintesac, Spate e Sindifac. Essas entidades entendem que o momento é para que sejam construídos planos de carreira separados, como já acontece no Governo do Estado, que possui planos da Saúde e Educação bem definidos.

Atualmente a prefeitura tem mais de 5 grupos com salários abaixo do mínimo e o que deve ser feito é a recomposição imediata para acabar com o pagamento de diferença do salário mínimo, que de sobremaneira traz prejuízo aos trabalhadores. Por fim, o Comando Sindical está mobilizando todos os trabalhadores para se mobilizarem, no dia 20, em frente à prefeitura e aguardem uma resposta oficial do município.

Nota do Comando Sindical aos trabalhadores municipais

CONVOCAÇÃO PARA PARALISAÇÃO

Há meses os sindicatos que compõem o Comando Sindical vêm aguardando a finalização da negociação salarial com a gestão municipal na busca por melhorias salariais para todos os cargos. Infelizmente, ainda não temos posição oficial da gestão referente às contrapropostas enviadas. Isto não podemos aceitar!

Assim sendo, convocamos todos os trabalhadores efetivos da prefeitura, Emurb, Saerb, RBTrans, FGB e RBPrev para participarem de um ato de paralisação no dia 20 de junho, terça-feira, às 8h, em frente à prefeitura.

A situação é alarmante! Atualmente temos 5 grupos com o piso inicial abaixo do salário mínimo, já que os salários municipais não vêm acompanhando os reajustes do salário mínimo nacional e tampouco os índices de Preços ao Consumidor – Amplo (IPCA) de 6.41% – 2014, 10.67% – 2015 e 6.29% – 2016 que não vêm sendo concedidos, reduzindo o poder de compra da grande maioria dos servidores.

E o que o Prefeito fez? Publicou o Decreto nº. 1.324, de 31.05.2017, referente a contenção de despesas, e contraditoriamente pretende enviar Projeto de Lei à Câmara Municipal, para aprovar o Plano Único de Cargo, Carreira e Remuneração [PCCR] que beneficiará 60 auditores fiscais de tributos, com acréscimo de mais de 70% em ganho salarial, deixando mais de 140 cargos, num universo de 4.000 trabalhadores, sem nenhuma perspectiva de reajuste linear ou de recomposição salarial! Isto é justo com os demais servidores?!

Trabalhadores! Fortaleçam seu sindicato! Participem da paralisação no dia 20!

Vamos todos mostrar ao poder público municipal a nossa insatisfação!

comentários

Outras Notícias

Veja também