Semana Estadual sobre Drogas inicia nesta segunda-feira na Ufac em Rio Branco

As atividades deste ano incluem exposições, oficinas, abordagens de pessoas em situação de rua e mais

Na tarde desta segunda-feira (19) iniciou a ‘5ª Semana Estadual sobre Drogas’ com o Fórum Permanente de Drogas: Direito, Prevenção e Cuidado em Rede na Universidade Federal do Acre (UFAC). As atividades se estendem até a próxima sexta-feira (23).

A semana é em alusão ao Dia Internacional da Luta contra o Uso Indevido e o Tráfico de Drogas, celebrado em 26 de junho. Este é a quinto ano consecutivo que a ação é realizada no estado. Além da capital Rio Branco, estão sedo articuladas ações intersetoriais com instituições governamentais e não-governamentais em todos os outros municípios do Estado.

Evento contou com exposição artística /Foto: Reprodução

A semana é articulada pelo gabinete da vice-governadora Nazareth Araújo: “O objetivo é uma interação de Estado, estudantes e sociedade civil, de quem está lidando com esta realidade e com quem vai cuidar dela futuramente, precisamos discutir as diretrizes, o que podemos fazer para afastar nossos jovens das drogas, tanto na academia quando no seio da sociedade, precisamos reunir todos para que haja união neste combate”, frisou a vice-governadora.

As atividades deste ano incluem exposições, oficinas, abordagens de pessoas em situação de rua, apresentação musical do grupo Som da Liberdade, roda de conversa, entre outras, que têm como público alvo estudantes e sociedade em geral.

“Esta é, sem dúvida, uma temática importante a ser debatida pelos estudantes da Ufac e de outras instituições, para que possamos traçar políticas que venham a diminuir a questão do uso de drogas ilícitas, que é tão danoso para nossa sociedade”, disse Guida Aquino, vice-reitora da Ufac.

Na sexta-feira, quando encerra a programação, serão realizadas caminhadas nos 22 municípios do Acre. O evento é organizado pelo Governo do Acre, prefeitura de Rio Branco, Ufac, Associação Brasileira de Redução de Danos (Aborda), Ministério Público estadual (MPAC), com apoio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

comentários

Veja também