Lene e Duarte prometem entrar na Câmara com pizzas nesta quinta-feira em protestos ao relatório da CPI

Tchê diz que PDT tem autoridade dentro da Frente Popular para indicar o vice em 2018

Falta pouco hein, Lula

As instâncias jurídicas e as burocracias da lei ainda estão garantindo a

Lula

liberdade do acusado de comandar o maior esquema de propina do Brasil nos últimos 10 anos. Lula ainda terá alguns meses para tentar apelar e encontrar nos debates políticos algo para escapar do cumprimento da condenação. Mas o juiz Sérgio Moro apresentou uma decisão muito bem fundamentada com depoimentos contraditórios do ex-presidente e com documentos encontrados no apartamento de Lula.

Mostrou força

O governo do presidente Michel Temer mostrou força ao aprovar a Reforma Trabalhista do Senado Federal. A população em geral não se manifestou negativamente contra a aprovação do projeto. Prova disso foi que não houve grandes manifestações em lugar nenhum do Brasil, por mais que as Centrais Sindicais tenham se organizado. Os manifestos se resumiram a senadora Gleisi Hoffmann (PT), que liderou a tomada da mesa diretora do Senado por algumas horas, mas logo foi tirada do local e desmoralizada verbalmente pelo ato antidemocrático.

PT querendo o caos no país

O vídeo que mostra a Senadora Gleisi Hoffmann avisando que iria fazer baderna na Mesa Diretora do Senado Federal vazou na internet. Uma prova irrefutável de que a parlamentar não tem escrúpulo ao fazer oposição. Como presidente do PT, a senadora deixa claro que não interessa a volta dos empregos. O que interessa é o desemprego para o PT.

Se cair leva outros dois

A autorização para investigar o presidente Temer não passa na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e muito menos no plenário da Câmara Federal. Por dois motivos, primeiro, se Temer cair é questão de tempo para o deputado presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), também ser vítima, afinal seu nome se encontra em cinco processos na operação ‘Lava Jato’. Segundo, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB) também é investigado. Ou seja, o presidente do Supremo Tribunal Federal assumiria a República Brasileira.

Demitidos

Infelizmente o Governo do Estado recebeu a notificação que deve demitir mais de 1500 servidores do Pró-Saúde. O deputado Raimundinho da Saúde (PTN) quer o governo arrumando alternativas para lidar com essa situação e não deixar os servidores serem tirado dos seus postos de trabalho. Alternativa, segundo o deputado, existe, basta interesse do Estado.

Férias boas

Os deputados estaduais entram em recesso nesta quinta-feira (12), agora é curtir as boas férias. Muitos estarão visitando suas bases, mas teve um deputado que já disse nos corredores da Assembleia Legislativa (Aleac) que campanha só a partir do final do ano em diante. “Vou visitar uns dois municípios até sexta-feira (14) e depois curtir o litoral. No Facebook vou postar que estarei no interior trabalhando”, comentou um dos parlamentares.

Tchê

Tem moral para indicar vice
Ex-deputado e atual presidente do PDT no Acre, Luiz Tchê disse que seu partido é o único que pode cogitar dentro da Frente Popular indicar o vice na chapa do PT ao governo do Estado em 2018. “Temos partido organizado e demonstramos lealdade esse tempo todo”, disse o ex-parlamentar.

Criticando o relatório da CPI dos transportes coletivos

Os vereadores de oposição ao prefeito Marcus Alexandre (PT) criticaram o relatório da CPI da Câmara Municipal de Rio Branco, que investigava supostas irregularidades nos contratos feitos entre município e empresas de ônibus que atuam no transporte coletivo. De acordo com a vereadora Lene Petecão (PSD), a CPI foi abortada ao não levar em conta os documentos solicitados pelos parlamentares, que possivelmente comprovariam as irregularidades no transporte público da Capital.

Barrado na pizzaria?

O presidente da Juventude do PSDB, Renê Fontes, foi barrado na Câmara de Vereadores durante a sessão, pois estava com uma pizza nas mãos simbolizando que a CPI do transporte coletivo não serviu para apurar nada. O presidente da juventude tucana, que também é líder do movimento ‘Vem Pra Rua’, criticou a forma como a direção da mesa diretora da Câmara agiu, não deixando haver manifestações no poder Legislativo municipal.

Lene Petecão e Roberto Duarte

Entrarão com as pizzas no plenário

Os vereadores Roberto Duarte (PMDB) e Lene Petecão já avisaram que entrarão no plenário da Câmara de Vereadores de Rio Branco nesta quinta-feira (13) com pizzas para dar continuidade às manifestações de protestos contra o relatório que blindou as empresas de transporte coletivo. Os parlamentares não aceitaram a Mesa Diretora da Câmara ter barrado os manifestantes dentro do Poder Legislativo.

Poucos sabem, mas na legislatura anterior uma parlamentar foi ameaçada por ser insistente nas denúncias contra os péssimos serviços das empresas de transporte coletivo e as diversas irregularidades existentes até os dias de hoje.

 

comentários

Veja também