Grávida de 8 meses, ‘Mamãe Fitness’ pratica CrossFit desde o início da gestação

Márcia realiza treinos adaptados e diz que a atividade física vale a pena durante a gestação

Márcia não abandou o CrossFit durante a gestação /Foto: Arquivo Pessoal

Se para uma mulher fazer um exercício físico de alta intensidade que requer força e equilíbrio já é um desafio, imagine uma mulher gestante de oito meses ficar de cabeça para baixo durante um treino de CrossFit?! Parece loucura para algumas que têm medo de machucar o bebê ou até mesmo perdê-lo devido alguns esforços que o treino exige.

Nesta terça-feira, 15 de agosto, é comemorado o Dia da Gestante e o portal Contilnet Notícias vai contar a história da ‘mamãe fitness’ Márcia Ávila, de 36 anos, bióloga e professora do Ifac. Márcia tem dois filhos e foi mãe aos 21 anos, em sua primeira gestação ela engordou cerca de 22 quilos e nas duas primeiras gestações ela não praticava nenhum esporte.

Com o passar dos anos, a bióloga passou a praticar corrida, chegando a correr até 10 km durante os treinos e também se tornou adepta ao CrossFit. Há seis meses, antes da sua terceira gravidez, a qual está com 8 meses de gestação à espera do pequeno Heitor, ela passou a se dedicar mais ao Cross. Mesmo com um barrigão de 33 semanas, Márcia quis continuar e não falta a nenhum treino, claro que tudo com consentimento médico.

“Quando eu descobri que estava grávida eu informei ao meu médico que faz meu pré-natal que eu já praticava Cross Fit, além das corridas aos finais de semana. Ele disse que não haveria problema algum eu continuar, já que tinha um bom condicionamento físico e que eu apenas conversasse com os instrutores esportivos para que algumas atividades eu pudesse fazer de forma diferenciada, adaptada (diminuir as cargas), para não prejudicar a mim e nem ao bebê”, explicou.

Márcia ressalta que aos 8 meses de gravidez, ela vem realizando todos os exames necessários do pré-natal e procedimentos que o médico pede e que passa por uma gravidez saudável e tranquila, o que ajuda bastante para que ela possa praticar o esporte gestante.

Márcia realiza uma série de exercícios adaptados para não atrapalhar na gestação /Foto: Arquivo Pessoal

“É importante ressaltar que a minha gravidez não é de risco, assim como nenhuma das outras foram. Eu nunca sofri nenhum aborto, então eu posso fazer meus treinos adaptados, fazer agachamento, posso correr normalmente. Tudo isso leva-se em consideração no momento em que eu optei em continuar com as atividades de forma adaptada, de acordo com o meu ritmo para que me ofereça uma certa segurança já que se trata de um treino de alto impacto”, disse.

Márcia recebeu todo o apoio do Marido Alain, para manter-se nas atividades físicas /Foto: Arquivo pessoal

 

A ‘Mamãe Fitness’ fala ainda que, diferente das duas primeiras gestações em que tinha uma vida mais sedentária, hoje ela se sente bem melhor e mais disposta após mudar o estilo de vida praticando exercícios físicos.

“Em nenhuma das minhas outras gestações eu pratiquei atividade física, minha primeira gestação foi aos 21 anos de idade e eu engordei cerca de 22 quilos e agora com 36 anos e já na reta final da gestação, com pouco mais de oito meses eu engordei apenas nove quilos até o momento. Então a prática da atividade antes e durante a gravidez, com toda certeza, melhorou meu condicionamento físico, contribuiu para não ganhar tanto peso, diminuiu o inchaço, além de ter melhorado muito a circulação. Me sinto ótima e bem mais saudável agora”.

O pequeno Heitor já virou um ‘xodó’ no Box onde Márcia treina /Foto: Arquivo Pessoal

O esposo Alain Matos, que também pratica CrossFit, apoiou e acompanha a esposa desde o início da gestação quando decidiu continuar com os exercícios. E não para por aí não, no próximo domingo (20), o casal vai realizar um ensaio fotográfico no box do CrossFit e deixar registrado para que futuramente, o Heitor possa ver as lindas fotos da sua ‘mamãe fitness’ com ele ainda dentro da barriga.

comentários

Outras Notícias

Veja também