Telegram sai na frente com sete recursos que o WhatsApp fica devendo

Máscaras em fotos e imagens autodestrutivas são algumas das funções presentes no mensageiro.

O Telegram é pioneiro em diversos recursos que só chegaram posteriormente ao seu rival, o WhatsApp. O exemplo mais recente disso é a possibilidade de fixar conversas no topo da tela – recurso que foi adicionado ao mensageiro em dezembro de 2016 e só chegou ao app de bate-papo mais popular do Brasil em maio de 2017.

Entre as funções exclusivas do Telegram, destacamos as máscaras e stickers em fotos, e a possibilidade de mandar imagens que se autodestroem, ambos ainda inexistentes no app concorrente. Quer saber quais outros recursos WhatsApp fica devendo para o seu principal rival? Veja a lista a seguir.

Máscaras em fotos e imagens autodestrutivas são algumas das funções presentes no mensageiro. (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Apagar mensagens para todos

O Telegram permite que o usuário apague uma mensagem enviada em um grupo ou em um chat individual. Se você se arrependeu de mandar uma mensagem em um grupo, basta apagá-la normalmente. Entretanto, ao contrário do WhatsApp, ela será removida do celular de todos os membros da conversa – e não apenas do seu.

Editar mensagens enviadas

A atualização de número 3.9 do Telegram, lançada em maio de 2016, permite editar as mensagens enviadas. O recurso é útil para corrigir erros e pode ser usado até dois dias depois do envio. Para editar uma mensagem, basta tocar sobre ela e segurar por alguns instantes. Em seguida, vá em “Editar” e faça as alterações desejadas.

Modo de leitura rápida de artigos sem sair do app

Assim como o Facebook, o Telegram permite carregar instantaneamente artigos recebidos pelo mensageiro. O recurso foi batizado de Instant View e adicionado em uma atualização lançada em novembro de 2016. Hoje, o recurso já é compatível com mais de dois mil sites, que são carregados em uma página otimizada. Para usar a ferramenta, tudo o que você precisa fazer é tocar sobre o botão que aparece logo abaixo dos links recebidos e enviados pelo bate-papo.

Otimização de vídeos para conexões lentas

O WhatsApp compacta automaticamente os vídeos enviados pelo mensageiro. Entretanto, o Telegram permite escolher um grau de compactação entre Full HD (1080p) e 240p. Diminuir a qualidade pode ajudar a economizar dados e acelerar o envio e recebimento do vídeo em conexões lentas. O recurso está disponível na tela de edição do vídeo para envio. Para usá-lo, toque em “480” e escolha a qualidade de vídeo desejada.

Fotos e vídeos que se autodestroem

Em julho, o Telegram ganhou suporte a imagens que se autodestroem após visualizadas, como no Snapchat. O recurso pode ser usado ao enviar fotos ou vídeos, apenas em chats individuais. Para isso, basta tocar sobre o ícone do cronômetro, na tela de edição da foto ou vídeo, e selecionar o tempo em que a imagem irá expirar. Para mais detalhes, leia o tutorial completo.

Máscaras em fotos

O Telegram permite que o usuário personalize as suas selfies com máscaras divertidas usando o app. O recurso, que chegou ao mensageiro em setembro de 2016, permite adicionar as figuras tocando sobre o ícone do pincel, na tela de edição de fotos. Em seguida, clique sobre o ícone à esquerda do pincel e escolha a máscara que você quer adicionar à imagem.

Stickers em fotos e mensagens

É possível adicionar stickers (ou figurinhas) às suas fotos enviadas pelo Telegram. Esse recurso foi adicionado em agosto de 2016 e pode ser acessado de modo parecido com as máscaras – no ícone do pincel. Em seguida, basta selecionar a aba “Stickers”, na parte superior da tela, e tocar sobre a figurinha que você quer adicionar à foto.

Os stickers também podem ser enviados no bate-papo, como no Facebook Messenger. Para isso, basta tocar sobre o ícone na ponta direita da barra de mensagens e, depois, sobre a figurinha que você quer enviar.

comentários

Outras Notícias

Veja também