iPhone X brasileiro é o mais caro do mundo

O Japão vender o iPhone X praticamente no mesmo preço do que os Estados Unidos

iPhone X teve os seus preços brasileiros divulgados recentemente e, com isso, o Brasil volta a ter o smartphone da Apple mais caro do mundo. Nós havíamos perdido este posto recentemente para a Hungria, que segundo o site Quartz tinha o iPhone X mais caro do mundo até a divulgação do preço do iPhone brasileiro.

No país europeu, o modelo de 64 GB do iPhone X está à venda por US$ 1.455,23, mais de US$ 450 a mais do que o seu preço oficial nos Estados Unidos — US$ 999. Como essa mesma versão do gadget estará à venda no Brasil por R$ 6.299,10 (preço à vista), seu preço convertido gira em torno de US$ 1.925,00, quase duas vezes o valor cobrado pela Apple no EUA (dólar a cotação de R$ 3,27).

O preço exato em dólar pode variar conforme a flutuação do valor da moeda/Foto: Reprodução

Se considerarmos o preço oficial para pagamento parcelado, de R$ 6.999,00, o iPhone X brasileiro fica ainda mais caro convertido em dólar: US$ 2.139,00 — mais do que o dobro do valor praticado pela Apple em sua terra natal.
Adicionando o iPhone X de 64 GB brasileiro à lista da Quartz, temos o seguinte ranking:

Brasil – US$ 1.925,71
Hungria – US$ 1.455,23
Dinamarca – US$ 1,408,27
Suécia – US$ 1.406,37
Itália – US$ 1.400,46
Rússia – US$ 1.390,57
Finlândia, Irlanda e Portugal – US$ 1.388,69
Polônia – US$ 1.386,81
República Checa – US$ 1.377,02
Noruega – US$ 1.375,02
Índia – US$ 1.368,21
Bélgica, Espanha, França e Holanda – US$ 1.365,13
Alemanha e Áustria – US$ 1.353,35
Luxemburgo – US$ 1.319,99
Reino Unido – US$ 1.317,83
China – US$ 1.266,97
Nova Zelândia – US$ 1.253,36
México – US$ 1.237,06
Austrália – US$ 1.234,49
Suíça – US$ 1.218,50
Singapura – US$ 1.210,96
Taiwan – US$ 1.187,82
Emirados Árabes Unidos – US$ 1.115,98
Hong Kong – US$ 1.100,67
Canadá – US$ 1.045,57
Estados Unidos – US$ 999
Japão – US$ 994,67

Além de destacar o fato de o Japão vender o iPhone X praticamente no mesmo preço do que os Estados Unidos, vale lembrar que o preço exato em dólar pode variar conforme a flutuação do valor da moeda.

comentários

Outras Notícias

Veja também