Sintesac pressiona e Prefeito de Feijó negocia com servidores da Saúde

Durante um ano o Sintesac tentava negociar com o prefeito e sem resultados, razão pela qual houve paralisação

Depois de muita pressão por parte do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (Sintesac) e com a presença de mais de 100 servidores na porta do gabinete, o prefeito de Feijó, Kiefer Cavalcante (PP), voltou atrás e recebeu nesta quarta-feira (1) uma comissão dos representantes e aceitou negociar a pauta de reinvindicações da categoria.

Após ouvir as demandas, o prefeito autorizou o pagamento da insalubridade de 20%, do 14° salário e o piso nacional da categoria, bem como providenciar a contratação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como guarda-sol, protetor solar e fardamento adequado aos Agentes Comunitários de Saúde, de Vigilância Epidemiológica e de Endemias a partir de 10 de novembro.

Prefeitura aceitou negociar a pauta de reinvindicações da categoria/Foto: Ascom

Adailton Cruz, presidente do Sintesac, ressaltou ter sido uma vitória graças a união da categoria, que resultou no reconhecimento dos direitos e o pagamento destes, bem como a promessa de entrega dos materiais de trabalho e proteção individual.

Siga o Sintesac no Facebook www.facebook.com/sintesac e fique por dentro de nossas lutas e conquistas.

Durante um ano o Sintesac tentava negociar com o prefeito e sem resultados, razão pela qual houve a paralisação das atividades nesta quarta-feira (1). Com a presença de mais de 100 pessoas, o prefeito recebeu a comissão, ouviu as reivindicações e atendeu aos pedidos.

Durante um ano o Sintesac tentava negociar com o prefeito/Foto: Assessoria

comentários

Outras Notícias

Veja também