“O PRB se manterá leal à FPA; serei candidato a federal atendendo ao pedido do partido”, diz Manuel Marcos

“Se amanhã ou depois nós observarmos que aqui não é o melhor para o PRB, buscamos um novo rumo para o partido”, disse Manuel Marcos

A entrevista exclusiva concedida pelo presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Rio Branco, Manuel Marcos (PRB) para a ContilNet deixou claro sua lealdade à Frente Popular, seu compromisso com projetos que defenda as normas tradicionais da família e combate à corrupção. O parlamentar também destacou seu trabalho como vereador e os avanços dado em sua gestão de forma transparente com os gastos públicos à frente do parlamento municipal.

Manuel Marcus, que é pastor da igreja Universal do Reino de Deus e atualmente preside o Partido Republicano Brasileiro (PRB) no Acre, foi eleito com 1.863 votos em 2012 e reeleito com exatamente 2.863 votos em 2016. O que acabou garantindo a preferência da base do prefeito Marcus Alexandre (PT) para que ele fosse o presidente da Mesa Diretora do parlamento.

Bastante elogiado pelos seus colegas de parlamento pela forma transparente que conduz a administração da Câmara de Vereadores, Marcos também tem ações importantes como projetos de lei, melhorias na transparência dos recursos destinados ao trabalho dos colegas vereadores, além de uma ambiciosa vontade de conseguir recursos para construir a sede do parlamento municipal que há várias legislaturas vem pagando aluguel.

Vereador Manuel Marcus foi reeleito em 2016 e será candidato a deputado federal em 2018/Foto: Reprodução

O presidente da Câmara também falou durante entrevista de suas pretensões e o chamado nacional do partido para que seja candidato a deputado federal. O vereador também deixou claro que está na Frente Popular, pois é o melhor para o grupo do PRB e que será leal ao projeto da Frente Popular, mas não deixará de levar seus ideais de defesa da família e dos bons costumes aprendido por ele na Bíblia.

Acompanhe a entrevista do vereador e pastor Manuel Marcus à ContilNet:

ContilNet – Qual a avaliação que pode ser feita ou que o senhor faz desta legislatura?

Vereador Manuel Marcos – Temos consciência de que a atual legislatura — não desmerecendo a anterior que participei juntamente com os outros quatro parlamentares reeleito também —, mas esta legislatura tem sido uma legislatura positiva, produzindo muito. Quando falamos em produzir, veja que nós já estamos com mais de 10 mil indicações, que são ferramentas que temos aqui na Casa para a melhoria das ruas, limpeza, iluminação pública que são tarefas dos vereadores com seus assessores que acabam detectando os problemas e traz em forma de indicação para o prefeito e sua equipe por meio das secretarias municipais fazer a recuperação e ações em benefício da população. Além dos projetos que os vereadores têm apresentado nessa Casa em favor da população de Rio Branco.

ContilNet – Quais as principais ações e desafios que sua gestão vem se propondo a realizar?

Vereador Manuel Marcos – Primeiro desafio é a construção de nossa própria sede, já que vivemos de repasse, por isso temos dito essa dificuldade. Mas tentando enxugar da forma mais possível, mas aqui é um parlamento, cada vereador tem sua estrutura. Temos uma despesa de aluguel, conta de energia. Vamos trabalhando e fazendo uma administração dentro da legalidade.

ContilNet – Como é essa transparência que o legislativo Municipal se destaca atualmente?

Vereador Manuel Marcos – Depois de um acordo com o Tribunal de Contas (TCE) então toda a estrutura que o vereador tem dentro da Câmara é licitada. Acabando com aquela ‘jogatina’ que vereador apresentava nota e a Casa ressarcia o parlamentar com a chama verba indenizatória. Hoje aqui na Casa, tudo que o vereador tem de estrutura para trabalhar é através de licitação.

Por isso, o maior problema atualmente é estarmos vivendo de aluguel que pagamos da sede no valor de R$ 52 mil. Além dos gabinetes que pagamos fora por não temos estruturas para oferecer o espaço aos vereadores. Então isso tem trago para nós uma grande despesa. Mas o vereador tem sua estrutura para está trabalhando visitando a comunidade, zona rural e a Câmara dando essa estrutura para o parlamento.

Diferente de outros parlamentos, por ai aqui licitamos carros, gasolina, tudo é licitado. E cada assessor de vereador tem sua conta e recebe como manda a legislação. Uma das diversas ações de transparência que esta Casa tem tido.

ContilNet – Quais os principais trabalhos que o senhor como vereador vem realizando neste segundo semestre do ano?

Vereador Manuel Marcos – Temos atualmente a modificação do projeto da Lei dos Bancos, que endurece ainda mais os rigores com relação ao tempo de espera nas filas. Os tempos continua o mesmo, 30 minutos para aqueles dias normais e 45 minutos para os dias de pico, pagamento de servidores Municipais, Estado, Federais e de benefícios. A lei existente atualmente os bancos desdenhava do Procon quando o banco estava sendo notificado. Por isso, fizemos uma projeto junto com o Ministério Público, Procon e nosso gabinete. Esta Lei que tramita nas comissões da Câmara Municipal passa a endurecer esta relação de cumprimento da Lei. Ao descumprir o banco será multa no valor de R$ 90 mil e com reincidência o dobro e triplo do valor podendo chegar até a suspensão do Alvará dos serviços da agência. Lembrando que a Lei é para os atendimentos no Caixa para quem vai sacar, pagar, trocar cheque nesse sentido.

E tenho outro projeto que pede o fim das taxas de religações, tanto da energia, quando da água na cidade de Rio Branco. Um exemplo se você tem uma conta de telefone e ela é pós-paga, quando você atrasa a conta é cortada, mas você pagando, a empresa já libera sua linha. Isso também acontece com a TV a cabo, mas quando você paga eles restabelece o fornecimento do serviço. Pois quando você vai pagar já tem incluso as multas e juros. E a conta de energia e água não é assim. Então além de pagar com multa e com juros ainda tenho que pagar uma taxa de religação. Só que essa taxa de religação eu paguei lá atrás quando eu fui pedir o fornecimento de energia. Então toda vez que é cortado à conta do consumidor, ele paga a conta com juros e multas, correção e ainda a taxa de religação que é cobrada em diferentes valores. Por isso, estamos apresentando o projeto pedindo o fim do pagamento desta taxa e temos tido o apoio de todos os vereadores.

O presidente da Câmara de Vereadores assumiu novamente o comando do PRB no Acre/Foto: Reprodução

ContilNet – Como se encontra a organização do PRB depois que o senhor assumiu a presidência?

Vereador Manuel Marcos – Neste momento estamos trabalho para a reconstrução do PRB. Quando estava na presidência do partido anteriormente entregamos o partido com formação em 18 municípios, com oito vereadores, dois deputados estaduais sendo a doutora Juliana e o André da DrogaVale e o deputado federal Alan Rick, que na época que estava no partido. Esta era a dimensão do PRB no Estado.

Mas ano passado antes das eleições passamos o partido para o deputado Alan Rick, que ficou conduzindo o partido. E agora em menos de um ano o partido retornou novamente ao nosso comando, mas já não voltou do mesmo tamanho, pois hoje temos somente dois vereadores. Sou eu aqui na Capital e o vereador Luciano da Saúde no Bujari. E nas últimas eleições perdemos vereadores em diversos municípios. Hoje estamos reestruturando o partido, mudando a presidência nos municípios e trazendo os integrantes do PRB para um novo projeto que é de crescimento.

ContilNet – Quais os objetivos do PRB para 2018?

Vereador Manuel Marcos – Em 2018 é ano de desafio para o PRB, sempre foi um desafio. Veja só, quebramos um paradigma da política do Acre que o partido pequeno não elegia um deputado federal. Aqui já tinha partido que elegia deputado federal que era o PT, PSB, PCdoB, PMDB, PSDB e PP. E nós do PRB em 2014 conseguimos com um trabalho montado, articulação organizada, conseguimos eleger o deputado Alan Rick que hoje saiu do partido e foi para o Democratas. Por isso, que agora o objetivo do PRB é continua crescendo, nós temos dois deputados e queremos dobrar essa bancada que é a meta do presidente nacional ou pelo menos manter essas duas vagas na Assembleia Legislativa.

Estamos montando esta chapa com o secretário geral do partido Diego Rodrigues que vem se empenhando nessa missão juntamente com a gente. E estamos trazendo as lideranças para dentro do PRB. No cenário nacional o presidente do partido não abre mão que tenhamos uma candidatura a deputado federal. Então, dentro da Frente Popular estamos articulando a chama chapinha, onde o PRB terá sim um candidato a deputado federal, até para atender essa clausula de barreira aprovada recentemente pelo Congresso. O PRB vem fortalecido visando o interesse do grupo e não pessoal, sempre objetivando o crescimento da sigla partidária.

ContilNet – Como fica essa forma do PRB se posicionar totalmente diferente da conjuntura que apoia hoje a nível nacional ao lado do Governo Temer e aqui no Acre apoiando a Frente Popular?

Vereador Manuel Marcos – O PRB é base do presidente Michel Temer comandando o Ministério da Industria e Comércio, com o ministro Marcos Pereira, mas o partido tem olhado para os cenários nos Estados a buscar o melhor para o crescimento do partido. E neste momento vemos que o melhor para o crescimento do partido é estar dentro da Frente Popular que estamos desde primeira eleição do partido que foi em 2008, que eram eleições municipais e já disputamos dentro da Frente Popular. É aqui que temos nos fortalecido como partido, temos dado as condições de crescimento, conquistado o primeiro e segundo mandato, sendo o segundo já com deputados estaduais e um federal. Por isso, estamos analisando acima de tudo o melhor para o PRB. Mas se amanhã ou depois nós observarmos que aqui não é o melhor para o PRB, buscamos um novo rumo para o partido.

ContilNet – O senhor foi chamado pela direção nacional do PRB para ser candidato a deputado federal. Vai aceitar o desafio?

Vereador Manuel Marcos – Trabalhamos para garantir o crescimento do partido e o presidente nacional, não abriu mão de termos um candidato a deputado federal. Aceitei o desafio e continuarei leal à Frente Popular, apoiando o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre.

comentários

Outras Notícias

Veja também