Prefeitura de Brasileia realiza recuperação em seis ramais do município

Ação faz parte da movimentação da prefeita Fernanda Hassem para recuperação e melhorias dos ramais

As obras de recuperação e melhorias nos ramais do km 19 no trecho da linha 8 até o Cajazeiras, Km 13, Km 52, ramal da Esperança, ramais do Km 84 e o ramal do Km 59, já se encontram em fase de conclusão. Nos seis ramais, a pista principal é feita com pavimento em piçarra, possui três metros de largura, e mesmo no período chuvoso, a Prefeitura de Brasileia tem intensificado os trabalhos.

Revitalização faz parte do pacote de obras programadas pela gestão municipal de Brasileia. Foto: Reprodução

Realizada pela Secretaria Municipal de Obras, essa revitalização faz parte do pacote de obras de recuperação e melhorias de ramais programados pela gestão municipal de Brasileia, administrada pela prefeita Fernanda Hassem.

“Nós já estamos completando um ano à frente da secretaria de obras, e há quase três meses estamos trabalhando com a recuperação de ramais. Estamos atendendo ao pedido da prefeita Fernanda, focando nos pontos mais críticos que foram apontados pelos moradores que estavam ficando isolados pela falta de trafegabilidade”, falou Carlinhos do Pelado, secretário de obras e vice-prefeito de Brasileia.

Trafegabilidade dos moradores dos ramais é o principal objetivo das obras. Foto: Reprodução

Os trabalhos realizados vão além de melhorias de ramais: as equipes também estão colocando bueiros para que facilite o escoamento das águas da chuva sem danificar o trabalho realizado, evitando também a criação de atoleiros que possam impedir o trafego da população.

O produtor rural Raimundo Cardoso dos Santos, morador do km 59 há 45 anos, falou a respeito do trabalho que a prefeita Fernanda Hassem e sua equipe têm realizado na área rural do município: “Posso garantir que outras pessoas além de mim estão satisfeitas com a nova prefeita de Brasileia. Muitos amigos, até mesmo de outros ramais, já me falaram que ela tem cumprido suas promessas e melhorado os ramais onde moram. Agora é esperar que ela continue trabalhando, garantindo nossa trafegabilidade e o escoamento da nossa produção”.

comentários

Outras Notícias

Veja também