Seringal Cultural encerra Semana Chico Mendes no Acre

O Seringal Cultural é uma realização da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Garibaldi Brasil

Em um momento que envolve arte, música e poesia, será realizado nesta sexta-feira, 22, a partir das 15 horas, no Centro Cultural Lydia Hammes, o “Seringal Cultural – O Acre Canta Chico”, evento que encerra as atividades da Semana Chico Mendes. A entrada é gratuita.

A mobilização artística marca os 29 anos do assassinato do líder seringueiro acreano. Entre a programação diurna, estão cursos de tecido acrobático, com o grupo Tecidos Apaixonados; caricatura ao vivo, com o ilustrador Paulo Tonon; oficina de olho de Deus, com Denise Arteira; e bonsai e kokedamas, com a empresa Amazônia Bonsai. Haverá, ainda, o lançamento do Garimpo Coletivo, com produtos afetivos.

Já a partir das 19 horas, se iniciam os shows com os artistas acreanos Pia Vila, Clenilson Batista, Álamo Kário, Monteirinho, Mara Santos, Zé Jarina, Alberan Moraes, Zé do Coco, Diogo Soares, Maracatu Nação Pé Rachado, Jabuti Bumbá e convidados, todos acompanhados pelos integrantes da Mini Orquestra do Absurdo.

“Seringal Cultural – O Acre Canta Chico” encerra as atividades da Semana Chico Mendes/Foto: Reprodução

“Foram realizadas ao longo da semana diversas atividades que tiveram como objetivo maior o debate em cima do grande legado que Chico deixou ao Acre. Esse momento final será uma maneira de fazer um tributo ao nosso líder seringueiro, celebrando a cultura em nome da florestania”, diz a diretora-presidente da Fundação Elias Mansour (FEM), Karla Martins.

O Seringal Cultural é uma realização da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil e Comitê Chico Mendes, em parceria com o governo do Acre, por intermédio da FEM, e apoio do WWF-Brasil, Coletivo Decor, gabinetes dos deputados Léo de Brito e Daniel Zen e Rede Pública de Comunicação.

comentários

Outras Notícias

Veja também