Policial que matou homem após confusão foi indiciado e preso por homicídio doloso


O policial da ativa foi identificado como Reginaldo Romoaldo e estava em um bar na noite de sábado

REDAÇÃO CONTILNET

O policial civil envolvido em uma confusão que acabou com a morte de Alexandre da Silva Nazaré, de 32 anos, na noite de sábado (13), em um bar localizado na Antônio da Rocha Viana, foi preso e indiciado pelo crime de homicídio doloso. A informação foi confirmada pelo secretário de Polícia Civil, Josemar Portes, na manhã desta segunda-feira (15).

Crime aconteceu na noite do sábado/Foto: reprodução 

O policial da ativa foi identificado como Reginaldo Romoaldo e estava em um bar na noite de sábado (13), juntamente com a vítima e outros conhecidos consumindo bebidas alcoólicas, quando aconteceu o desentendimento por motivo ainda não determinado.

O policial, em posse da arma da corporação, efetuou dois disparos que atingiram Alexandre. O homem foi socorrido por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

Após o crime, a Delegacia de Homicídios realizou diligência e encontraram o policial, que foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (DEFLA), onde foi indiciado por homicídio doloso. A arma utilizada para o crime também foi apreendida.

Um processo administrativo paralelo também foi iniciado pela corregedoria da Polícia Civil, que deve apurar a real motivação do ocorrido para tomar a decisão se o policial será ou não punido, além do processo criminal que responderá.

 

comentários

Outras Notícias

Veja Também