Bope prende supostos integrantes de facção criminosa após tentarem contra vida de policial


Outros indivíduos apareceram no local e alguns deles, em posse de armas, atiraram contra o policial, que pediu reforço

REDAÇÃO CONTILNET

Seis jovens com idades entre 18 e 27 anos foram conduzidos pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) à Delegacia de Flagrantes (Defla), após um confronto armado com um policial à paisana no bairro Plácido de Castro, região da Baixada da Sobral. O fato aconteceu na tarde quinta-feira (8) e com eles os policiais apreenderam armas e objetos sem procedência, possivelmente, oriundos de roubo ou furto.

De acordo com o registrado pela equipe do Bope, um policial a paisana estava ajudando na mudança de um parente quando percebeu a presença de um indivíduo armado com uma escopeta se aproximando de onde estavam. Imediatamente, o policial lhe deu voz de prisão, mas foi recebido com disparos de arma de fogo. O policial revidou os tiros e acertou o suspeito, identificado como José Cássio da Silva Gomes, na região da perna com um dos disparos. Este recebeu atendimento e foi encaminhado a uma unidade de saúde durante a ocorrência.

Os integrantes foram presos/Foto: Reprodução

O confronto armado, segundo consta nos registros, não parou aí. Outros indivíduos apareceram no local e alguns deles em posse de armas atiraram contra o policial que pediu reforço. Uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope), chegou e logo iniciou as buscas pelos suspeitos. Alguns conseguiram se evadir, mas cinco foram capturados, escondidos em duas residências. Eles se identificaram como sendo integrantes de uma facção criminosa.

Foram presos: Jacinto Mendes de França Júnior (22), Rafael Barbosa de Souza (22), Pedro Bezerra da Silva Junior (27), Rafael Lima Bezerra (18), Natanael do Nascimento Salgueiro (18), além de José Cássio encaminhado ao hospital.

Na casa dos suspeitos, foi encontrado objetos sem procedência, como celulares, tablet, notebook, vídeo game, além de duas armas de fogo sendo uma pistola modelo Taurus e a uma escopeta usada no confronto com o policial. Após serem ouvidos, deverão permanecer em presos até passarem por audiência de custódia nas próximas horas.

comentários

Outras Notícias

Veja Também