Segurança do Carnaval 2018 em Rio Branco terá apoio da Marinha e do Exército


“Nós vamos ter mais de 300 homens da Polícia Militar trabalhando", disse Emylson

REDAÇÃO CONTILNET

A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira (9), em uma coletiva de imprensa realizada no Comando Geral com a presença do Secretário de Segurança, Emylson Farias, além do comandante geral da PM, Marcos Kinpara, e demais comandantes dos batalhões.

Segundo o Comandante de Operações da PM, além do reforço da Polícia Militar, que vai trabalhar ininterruptamente até a próxima quarta-feira de cinzas, dia 14, vai haver o reforço com homens do Exército em rodovias e da Marinha para a supervisão de embarcações durante a festa de quem usa as águas do Rio Acre. Todo o efetivo da PM estará empenhado nos pontos de folia e também nas rondas de bairro.

“O Exército vai estar presente em três pontos fazendo abordagens nas estradas, sendo na BR-364, na entrada do bairro Belo Jardim, na BR-317, próximo a Capixaba, e na estrada da Transacreana. A Marinha vai supervisionar as embarcações que utilizam o Rio Acre juntamente com o apoio do Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar vai atuar com reforço nos pontos onde haverá Carnaval, sem deixar desamparado o patrulhamento e atendimento de ocorrências nos bairros”, disse o comandante de operações, Athaualpa Ribeira.

A coletiva ocorreu na manhã desta sexta-feira/Foto: Reprodução

O secretário de segurança Emylson Farias espera que este ano o Carnaval seja tão ou mais tranquilo que as edições anteriores e ressalta que as operações acontecerão de forma integrada com o objetivo de prevenir crimes contra o patrimônio e contra a vida.

“Nós vamos ter mais de 300 homens da Polícia Militar trabalhando nas ruas todos os dias na Capital e esperamos ter um Carnaval tranquilo. Nós temos tido espertises nessas ocasiões, nas edições passadas os Carnavais foram tranquilos e não temos unido problemas com a criminalidade. Quem quiser brincar vai brincar, quem quiser fazer coisa errada nos vamos estar prontos”, disse Emylson Farias.

comentários

Outras Notícias

Veja Também