Ney Amorim se propõe a intermediar negociações para por fim à greve da educação


Gina Menezes, da ContilNet Notícias

neygreveO comando de greve dos professores da rede estadual de educação se reuniu com o presidente da Assembleia Legislativa do Acre, deputado Ney Amorim (PT), que se ofereceu para integrar uma comissão de parlamentares em busca de restabelecer a negociação do governo estadual com os professores.

Amorim avisou que não viajará no período do recesso parlamentar e que estará a disposição da categoria para participar da negociação com o Executivo. “Me coloco à disposição para ajudar a comissão e iremos buscar o melhor entendimento para o Executivo e os professores”.

Houve momentos tensos entre os deputados e os trabalhadores da educação. O deputado Daniel Zen (PT), ex-secretário de Educação e atualmente líder do governo, foi vaiado por professores e sindicalistas ao discursar.

Zen não se intimidou e citou o que considera avanços na educação estadual. “Em 2013 conseguimos um bom acordo. Tivemos avanços desde lá e creio que chegaremos a um bom acordo”, avaliou.

A deputada Leila Galvão (PT), presidente da Comissão de Educação, foi hostilizada com vaias pelo pessoal que ocupava a galeria. Ela chegou a pedir ao presidente da Aleac que lhe garantisse o direito de falar sem interrupções.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também