Rio Branco, Acre,


Alegando que já acabou com Grupos de Trabalho, Tião Viana não enxugará a máquina pública

Secretária de Comunicação afirma que todos os ajustes necessários, com objetivo de enxugar a máquina pública, já foram feitos

Dois dias depois da presidente da República, Dilma Roussef (PT), ter anunciado que extinguirá 10 Ministérios e reduzirá o número de cargos comissionados como medida de economia, o governador do Acre, Tião Viana (PT), colocou fim a expectativa que a medida de enxugamento da máquina pública também fosse adotada no Acre. De acordo com a secretária de Comunicação do Estado, Andréa Zíllio, essa é uma possibilidade que ainda não foi considerada.

Zíllio afirma que todos os ajustes necessários, com objetivo de enxugar a máquina pública, já foram feitos.

PUBLICIDADE

“O Acre tem o menor número de cargos comissionados do País, que fica em torno de 4%. O governo já fez os ajustes no primeiro mandato cortando 1,5 mil cargos de Grupos de Trabalho”, disse.

A secretária afirma, ainda, que todos os ajustes foram feitos para evitar que houvesse demissão ou atraso de salários dos funcionários.

“Todos os ajustes necessários até agora estão sendo feitos o que tem permitido ao Estado manter o equilíbrio, ao contrario de outros, como Goiás que demitiu 12 mil funcionários e Rio Grande do Sul que atrasou e está pagando salário parcelado, assim como Sergipe”, salientou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up