Rio Branco, Acre,


Governo abusa da imagem de Tião e Dilma em mais uma obra entregue inacabada no Acre

Tião Viana entrega apenas a ala onde vai funcionar exames por imagens em obra que se arrasta desde o governo Binho Marques

Em hospital inaugurado no Acre, imagens de Tião e Dilma recepcionam pacientes/Foto: ContilNet
Em hospital inaugurado no Acre, imagens de Tião e Dilma recepcionam pacientes/Foto: ContilNet

Em nova demonstração de que não consegue separar o interesse público e de Estado da personificação dos gestores de plantão, em obras custeadas com dinheiro do contribuinte, o governo do Acre inaugurou nesta terça-feira (18) a unidade de diagnóstico por imagem do Instituto de Traumatologia (Into), que tem na recepção, como a saudação de boas-vindas aos pacientes, as fotografias oficiais do governador Tião Viana e da presidente Dilma Rousseff.

Apenas a ala onde vai funcionar o setor responsável pela elaboração de exames por imagens foi entregue nesta etapa de “inauguração”. A obra se arrasta desde o governo Binho Marques. De acordo com o governo, o uso da fotografia da presidente é um reconhecimento pela ajuda do governo federal na construção da obra, com os recursos sendo assegurados mesmo no momento de crise financeira que o País atravessa.

PUBLICIDADE

Em outras obras, contudo, não é comum o governo expor as imagens dos mandatários em local de bastante visibilidade. Os retratos geralmente estão expostos nos gabinetes dos secretários ou outros lugares mais reservados.

Esta maior exposição acontece no momento em que Dilma entra para a história como a presidente mais impopular do País desde a redemocratização, superando até mesmo Fernando Collor de Melo.

Segundo o governo, a unidade realizará exames de alta complexidade e será referência neste tipo de atendimento na região Norte.

De acordo com Tião Viana, a entrega da unidade acontece no momento em que a gestão da saúde pública no Brasil passa por dificuldades por conta de crise econômica.

intoacre

Ao todo, o complexo do Into acreano custará R$ 72 milhões.   Tião Viana afirmou que grande parte do financiamento da saúde pública no Acre é bancada pelo próprio Estado.

“De cada R$ 4 aplicados na saúde, R$ 3 são do governo do Estado e apenas um real do SUS, e nos não reclamamos que a presidente da República ajuda numa obra dessa. Aqui a gente não olha ninguém a responsabilidade de quem”, afirmou Viana.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up