Rio Branco, Acre,


Líder do governo afirma que juiz Sérgio Moro premeditou perseguição ao PT

O petista afirmou, ainda, que Moro passa por cima de preceitos jurídicos e que judicializa a política

Deputado Daniel Zen
Deputado Daniel Zen

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen ( PT), usou a tribuna do parlamento na manhã desta quarta-feira (19) para criticar o juiz Sérgio Moro, da 13 Vara Federal Criminal do Paraná, que conduz os processos da operação Lava Jato.

Zen afirmou que o juiz tem sido tendencioso na condução do processo, que tem desconsiderado o Código Penal brasileiro e ressaltou que um artigo escrito por Moro há 11 anos demonstra que o jurista tinha intenção em prejudicar o PT.

PUBLICIDADE

“Há 11 anos que o juiz Sérgio Moro está mal intencionado. Todo dia ele rasga o Código Penal para fazer aquilo que está no coração dele”, ressalta.

O petista afirmou, ainda, que Moro passa por cima de preceitos jurídicos e que judicializa a política.

“Quem passa por cima da lei é tão criminoso quanto aquele que ele investiga. Não podemos judicializar a política de forma alguma”, disse.

O líder do PP na Aleac, deputado Ghelen Diniz, rebateu o deputado Zen e afirmou que é um absurdo todos os desvios realizados nos governos petistas.

“Estamos falando de desvio de grandes quantias, de crimes que precisam ser investigados. Parabéns ao juiz Sérgio Moro pela coragem”, frisou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up