Rio Branco, Acre,


Papa quer mobilizar católicos para acolher migrantes e refugiados

Pontífice pediu que fiéis se sensibilizem durante crise migratória. Igreja terá 102ª jornada do migrante e do refugiado em janeiro.

Divulgação/Internet
Divulgação/Internet

O papa Francisco pediu nesta quinta-feira (20) aos católicos que se mobilizem para acolher os refugiados e migrantes ilegais que chegam na Europa, em meio à pior crise migratória desde a Segunda Guerra Mundial.

O papa adotou o tema da 102ª jornada do migrante e do refugiado, a ser realizada em janeiro, durante o “Jubileu da Misericórdia” celebrado em toda a Igreja Católica: “Migrantes e refugiados nos interpelam. A resposta do Evangelho da misericórdia”.

PUBLICIDADE

O Conselho Pontifício para a Pastoral dos Migrantes, que anunciou que este tema foi escolhido pelo Papa, explicou que as comunidades católicas de todo o mundo são chamadas a adotar iniciativas concretas durante o Ano do Jubileu da Misericórdia, principalmente em 17 de janeiro, o dia do Migrante e do Refugiado.

Os católicos são especialmente chamados a uma “sensibilização” sobre a migração, a gestos concreto de solidariedade e a reuniões com a participação dos migrantes.

Contra a ‘globalização da indiferença’
Francisco tem se posicionado desde a sua eleição em 2013 contra a “globalização da indiferença” para com os migrantes ilegais.

Na Itália, em particular, os líderes da Igreja estão sendo muito criticados por alguns líderes populistas de alguns partidos hostis aos imigrantes que percebem essas posições como uma interferência inaceitável.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up