Rio Branco, Acre,


Acreano está entre vítimas de acidente que matou 15 e deixou 68 pessoas feridas em Paraty

Eloy foi levado para o hospital e não corre risco de morte

Luan falou com a mãe após o acidente/Foto: Arquivo pessoal
Luan falou com a mãe após o acidente/Foto: Arquivo pessoal

O acreano Luan Eloy Meireles de Souza, 23, era um dos passageiros que viajava em um ônibus que deixou 15 mortos e 58 pessoas feridas, quando o motorista perdeu o controle do veículo e despencou em uma ribanceira de cerca de 50 metros, no município de Paraty, Rio de Janeiro.

“Os sobreviventes estão recebendo atendimento no Hospital Municipal São Pedro de Alcântara, em Paraty, em dois hospitais de Angra dos Reis (RJ), outro em São Gonçalo (RJ) e também em unidades médicas de Caraguatatuba e Ubatuba, no litoral norte de São Paulo. Entre os feridos estavam turistas paulistas e cariocas. O motorista tem quadro de saúde estável”, informou o portal globo.com.

PUBLICIDADE

Eloy conseguiu falar com sua mãe, Cleide Meireles, que mora em Rio Branco logo que chegou ao hospital onde foi levado junto com outras pessoas que também estavam no ônibus. Ele ligou do telefone de uma enfermeira. “Mãe aconteceu um acidente, mas estou bem mãe, não se preocupe”. Cleide disse que o filho desligou o telefone e só na noite de domingo (6), conseguiu falar com o filho com mais calma.

“Meu filho disse que nasceu de novo. Ele estava muito emocionado, disse que foi horrível, parecia um filme de terror com gente gritando para todo lado, quebrando janela do ônibus”, conta.

Eloy, que mora em São Paulo e é formado em aviação civil, partiu por volta das 12h em um ônibus que levava principalmente turistas, com destino a cidade de Trindade, situada dentro da Área de proteção Ambiental Cairuçu, a 30 quilômetros do trevo de Paraty. As belas praias,  cachoeiras e trilhas deste lugar que mantém o estilo rústico, recebem turistas o ano inteiro.

O acidente aconteceu em um local conhecido como 'Morro do Deus Me Livre', na estrada que liga o Centro a Trindade (Foto: Reprodução/Globo News)
O acidente aconteceu em um local conhecido como ‘Morro do Deus Me Livre’, na estrada que liga o Centro a Trindade (Foto: Reprodução/Globo News)

O Instituto Médico Legal (IML) de Angra dos Reis informou que maioria das vítimas são jovens com idade entre 20 e 30 anos. “De acordo com informações da TV Globo, os legistas afirmam que o reconhecimento dos mortos vai depender da ajuda de parentes, já que grande parte das vítimas não estava com documentos no momento do acidente. Do local do tombamento foram retirados 14 corpos. A última vítima estava internada em um hospital de Paraty e não resistiu”, informa reportagem do globo.com.

Com informações do globo.com

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up