Rio Branco, Acre,


Após multa de R$ 180 mil, deputada diz que ‘homem da floresta’ está sendo massacrado

Segundo Eliane Sinhasique, são aplicadas pesadas multas por supostos crimes ambientais a pequenos produtores

Milhares de pessoas vivem da produção agrícola no Acre
Milhares de pessoas vivem da produção agrícola no Acre

A líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Acre, deputado Eliane Sinhasique, usou a tribuna da casa legislativa na manhã desta terça-feira (1) para criticar as políticas públicas voltadas para os produtores rurais. A peemedebista afirmou que o homem da floresta está sendo massacrado e perdendo espaço para políticas que, segundo ela, são equivocadas e não valorizam o homem do campo.

Segundo Eliane Sinhasique, são aplicadas pesadas multas por supostos crimes ambientais a pequenos produtores.

PUBLICIDADE

“São multas altíssimas que eles não têm condições de pagar. Não é de hoje que o homem do campo vem sofrendo por conta dessas políticas equivocadas, disse.

O duro discurso de Sinhasique veio após denúncia do deputado Antônio Pedro (DEM) que afirmou que produtores rurais de Xapuri estão sendo multados de forma exorbitante por agentes do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade.

“Chegaram a multar um pequeno produtor em R$ 180 mil, claro que ele não tem condições de pagar. Isto é inaceitável”, denunciou Antônio Pedro.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up