Rio Branco, Acre,


Brasil ganha três novos Patrimônios Culturais

Títulos foram concedidos à festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio, ao Museu Mariano Procópio, e à sede do Arquivo Nacional

Museu em Juiz de Fora é contemplado com título de patrimônio do País Divulgação/Governo de Minas Gerais
Museu em Juiz de Fora é contemplado com título de patrimônio do País
Divulgação/Governo de Minas Gerais

A festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio, no Ceará, o conjunto arquitetônico Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora (MG), e a antiga sede do Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro (RJ), ganharam título, nesta quinta-feira (17), de Patrimônio Cultural do Brasil.

As propostas para registro (para a festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio) e tombamento (nos casos do conjunto arquitetônico Museu Mariano Procópio e antiga sede do Arquivo Nacional) foram avaliadas durante a 80° reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), realizada em Brasília.

PUBLICIDADE

“O acervo já tinha sido tombado em 1939 e hoje ocorre o tombamento da conjunto”, explicou a presidente do Iphan, Jurema Machado, sobre o Conjunto Arquitetônico Museu Mariano Procópio.

A proposta de tombamento do conjunto teve como base o valor arquitetônico dos imóveis, com sua arquitetura eclética, exemplar único em Minas Gerais, sua decoração, mobiliário, além da importância do acervo que abriga.

Além disso, destaca-se o valor paisagístico atribuído ao Parque Glaziou, com seus prédios, estátuas, monumentos, fontes e outros. “O conjunto conta com um extraordinário jardim do século XIX”, lembrou o diretor do museu, Douglas Fasolato.

A antiga sede do Arquivo Nacional, localizada na Praça da República, 26, no centro do Rio de Janeiro, ganhou o título com base em seu valor histórico, que sediou inúmeras instituições de importância para a memória nacional.

As fachadas originais do prédio estão associadas ao período de transição que marcou a passagem da arquitetura da fase colonial para a neoclássica, no final do século XVIII e início do XIX. Originalmente, o imóvel pertenceu ao Barão de Ubá, foi adquirido por D. João VI em 1818, assim que chegou ao Brasil, e passou por diversas reformas ao longo do tempo para adequá-lo a vários usos.

A festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio, no Ceará, ocorre desde o final do século XVIII, quando foi erguida uma capela em devoção ao santo, dando origem ao desenvolvimento da cidade de Barbalha. São treze dias de festa em homenagem ao padroeiro. A data central é o domingo mais próximo de 31 de maio, dia do Carregamento e Hasteamento do Pau da Bandeira.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up