Rio Branco, Acre,


“Crise do Brasil é culpa da incompetência do PT e Jorge Viana mente”, diz nota do PSDB

Tucano diz que as principais obras do Acre são frutos dos repasses feitos à época da gestão de FHC

Wherles-Fernandes-da-RochaEm nota enviada à redação da ContilNet, o presidente da executiva estadual do PSDB, deputado federal Wherles Rocha, acusa o senador Jorge Viana (PT) de mentir durante entrevista concedida à jornalista Gina Menezes.

Rocha disse, ainda, que Viana, ao citar os tucanos, tenta arrastar para o mesmo lamaçal os demais partidos para se juntar ao PT. “É preciso ressaltar que o PSDB não possui nenhum de seus quadros de dirigentes presos e condenados por corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro”, diz trecho da nota.

PUBLICIDADE

Leia mais:

Vídeo: Jorge Viana diz que Vagner Sales canibaliza o PSDB e chama Dr. Hollywood de ‘figura folclórica’

O parlamentar acusa o PT de “quebrar’ o País, especificamente o Acre, por usar de fisiologismo, loteando cargos da administração pública.

Leia a nota na integra:

DIREITO DE RESPOSTA

O PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA – PSDB, através de seu Diretório Regional no Acre, vem por meio deste fazer uso de Direito de Resposta, após termos sidos citados pelo senador Jorge Viana, durante entrevista concedida à jornalista Gina Menezes, ao site Contilnet, conforme segue:

O senador, do início ao fim de sua entrevista, é inteiramente sofismático, demonstrando em toda a sua fala, a intenção deliberada de enganar, ludibriar, com argumentos falaciosos, matreiros e insidiosos, num comportamento que há muito já é percebido pela sociedade, fugindo, o tempo todo, das reais causas dos problemas sociais, econômicos e institucionais pelos quais passam o Acre o Brasil. Vejamos:

1.    O Senador mente ao atribuir a crise econômica brasileira à uma crise mundial. Os países por ele citados, EUA e China, cresceram em 2014 em torno de 3% e 7%, respectivamente. A crise que atinge todos os brasileiros, é, de fato e no todo, fruto da incompetência, irresponsabilidade e da corrupção sistematizada implantada pelo PT, partido do qual o Senador pertence. Não foi à toa que o Ministro do STF Gilmar Mendes assinalou que o PT instalou no Brasil um modelo de “governança corrupta” e pode ser chamada de clePTocracia (Governo de Ladrões).

2.    Ao dizer que o erro do PT foi repetir a prática do PSDB e de outros partidos, o senador tenta puxar para o mesmo lamaçal em que seu partido se meteu, de forma sórdida, todos os demais. É preciso ressaltar que o PSDB não possui nenhum de seus quadros de dirigentes presos e condenados por corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Muito diferente do PT, em que o seus principais quadros dirigentes estão atrás das grades condenados a mais de uma dezena de anos de cadeia, e muitos outros, sem dormir direito, esperando a sua vez.

3.    O Senador se nega a admitir o óbvio, de que as dificuldades pela qual passa os municípios, os estados e o país são frutos da ação corrupta, ideológica e incompetente do governo petista, que deformou todo o arcabouço econômico do Plano Real implantado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB.

4.    As principais obras realizadas no Acre nos últimos 20 anos, ainda são frutos dos repasses feitos à época da gestão de FHC, tais como o Canal da Maternidade, Estádio Arena da Floresta, Estrada do Pacífico, Aeroporto de Rio Branco, BR 364 (Rio Branco – Sena Madureira), dentre outras obras, todas devidamente enaltecidas pelo então governador do Estado, Jorge Viana.

5.    O Senador, em vez de se preocupar com os partidos de oposição, deveria responder pelos partidos que compõem a Frente Popular, que estão levando o Acre ao atraso pelo modelo fisiologista, baseado tão somente em loteamento de cargos, onerando o estado, tornando-o ineficiente e pesado, basta rememorar o episódio recente envolvendo os partidos “nanicos” que tinham como único objetivo a luta por mais cargos.

6.    O Senador deveria ter utilizado a entrevista para explicar a não conclusão da BR 364 mesmo com os fartos recursos por ela consumidos; explicar onde foram investidas as centenas de milhões de reais emprestados pelos organismos internacionais ao Acre durante sua gestão e a do seu irmão Sebastião Viana; ou mesmo a insuficiência energética e os apagões que viraram rotina no Acre; explicar ainda porquê, depois de mais de seis anos de intensa propaganda, nenhuma indústria se instalou na ZPE – Zona de Processamento de Exportação; explicar os inúmeros investimentos estatais que consumiram milhões dos cofres do Estado do Acre e hoje se encontram todos falidos, a exemplo da Fábrica de Tacos.

Esperamos que na próxima entrevista, o Senador Jorge Viana não tome os acreanos por ignorantes e se comprometa mais com a verdade, e explique a todos, o porquê, de ele próprio, Jorge Viana, participar do governo do PMDB, e depois de todos os governos do PT, o Acre ainda se encontrar em situação social e econômica tão caótica.

Rio Branco – AC, 22 de setembro de 2015.

Deputado Federal Wherles Rocha
Presidente Regional PSDB/AC

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up