Rio Branco, Acre,


Deputado denuncia que policial foi afastado da PM por ser portador de hepatite

"Pedimos que ele seja reconduzido ao trabalho, pois afastar alguém por causa do vírus da hepatite é algo terrível", disse o parlamentar

Deputado Jesus Sérgio
Deputado Jesus Sérgio

Durante sessão realizada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), nesta terça-feira (15), o deputado Jesus Sérgio (PDT) utilizou a tribuna para denunciar suposto preconceito cometido contra um policial militar portador do vírus da hepatite B.

O parlamentar afirma que um PM lotado no município de Tarauacá foi afastado das atividades de trabalho por conta da doença da qual é vítima.

PUBLICIDADE

O deputado, que classificou a atitude do afastamento do policial como altamente preconceituosa, ressaltou que o Acre possui milhares de pessoas infectadas com diversos tipos de vírus da hepatite e que, portanto, a medida poderá abrir precedentes para outros casos de intolerância.

“Somos um dos Estados com maior índice de hepatites, infelizmente. Não podemos tolerar este tipo de atitude”, ressaltou.

Jesus Sérgio solicitou, ainda, que o policial seja prontamente reconduzido ao posto de trabalho.

“Pedimos que ele seja reconduzido ao trabalho, pois afastar alguém por causa do vírus da hepatite é algo terrível. Pedimos providências com relação a este assunto”, disse.

O líder do PDT na Aleac e presidente da Associação de Portadores de Hepatites do Acre (Aphac), deputado Heitor Junior, também criticou o pedido de afastamento do referido policial e ressaltou que já existe jurisprudência favorável ao paciente em casos semelhantes dando ganho de causa ao hepatopata.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up