Rio Branco, Acre,


Deputados trocam farpas durante discussão sobre BR; petista acusa oposição de tentar bloquear recursos

Tucano questiona paradeiro do dinheiro enviados para a obra

BR-364 apresenta pontos de atoleiro durante as chuvas
BR-364 apresenta pontos de atoleiro durante as chuvas

Os deputados estaduais de situação e oposição protagonizaram acalorado debate na manhã de terça-feira (1) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) sobre a BR-364 e os supostos gastos milionários da obra.

O deputado Jonas Lima (PT) denunciou que parlamentares da oposição teriam ido a Brasília pedir que não seja liberado dinheiro para recuperar a estrada. Os deputados de oposição rebateram a denúncia e pediram para o parlamentar nomear o suposto autor do pedido de bloqueio do recurso.

PUBLICIDADE
Deputado Jonas e Ghelen trocas farpas durante debate sobre BR
Deputado Jonas e Ghelen trocas farpas durante debate sobre BR

Jonas classificou o suposto ato dos oposicionistas como crime contra a população. “É um crime ir até Brasília e pedir que não liberem recursos. Estão trabalhando contra o Acre”, salientou.

O líder do PP na Aleac, deputado Ghelen Diniz, solicitou que Jonas Lima citasse nomes da denúncia feita por ele, sob pena de deixar todos os oposicionistas em suspeição.

“Se vierem aqui denunciar tem que dar nomes, pois estou incluído entre os deputados e nunca fui contra a construção da BR-364. Se não disserem os nomes eu vou entender essa denúncia como mentira”, declarou.

Diniz afirmou, ainda, que o único partido contra a viabilização da BR 364 foi o PT.

“Quando o Orleir Cameli foi governador e tentou fazer o trecho de Sena Madureira a ex-senadora Marina Silva, que era do PT, tentou embargar a obra via Brasília”, ressaltou.

O líder do PSDB na casa, deputado Luiz Gonzaga, afirmou que já foi gasto uma fortuna na obra da BR e questionou o paradeiro do dinheiro, já que a estrada, segundo ele, continua intrafegável. “Onde foi parar o dinheiro?”, questionou.

Sinhasique foi outra oposicionista que criticou os supostos gastos milionários e as péssimas condições da estrada. “É preciso muito esforço para gastar R$ 2 bilhões para recuperar uma BR que não presta. Não fizeram como deveriam. Haja esforço para sumir com uma montanha de dinheiro e a obra não ter ficado pronta”, ressaltou.

O deputado Nelson Sales, recém-chegado à base de apoio ao governo, ressaltou o empenho do PT em construir a estrada e disse que o recurso são liberados graças ao prestígio do governador Tião Viana.

“Não estou aqui defendendo o PT, mas é claro que esta BR saiu na gestão deles, assim como também é verdade que o governador Tião Viana possui prestígio que resulta na liberação de recursos”, salientou.

Pressionado pelos oposicionistas, Jonas Lima afirmou que ouviu do deputado federal César Messias (PSB) a informação de que deputados do PSDB estavam tentando embargar a liberação de recursos. Messias não foi localizado via telefone para falar sobre o assunto.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up