Rio Branco, Acre,


“Esse grupo não irá para a oposição”, diz Raimundinho da saúde sobre nanicos

O discurso ameno de Raimundinho faz parte da estratégia de recuada do grupo que baixou o tom de revolta com Tião Viana

 

Nanicos permanecem na Frente Popular, garante Raimundo da Saúde/Foto: Reprodução
Nanicos permanecem na Frente Popular, garante Raimundo da Saúde/Foto: Reprodução

O deputado do PTN, Raimundinho da Saúde, afirmou durante a manhã desta terça-feira (22), no decorrer da sessão ordinária na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), que o grupo formado pelo partidos nanicos não irá compor a oposição. Ele afirmou que mesmo que aconteça o rompimento com o PT os nanicos optaram pela independência, em uma espécie de terceira via.

PUBLICIDADE

O discurso ameno de Raimundinho ressaltando que os nanicos não romperam com o PT faz parte da estratégia de recuada do grupo que baixou o tom de revolta com o governador Tião Viana depois que o chefe do executivo ameaçou de demissão os cargos comissionados indicados pelos seis partidos nanicos.

De acordo com fontes ligadas ao Gabinete Civil, que preferem não se identificar, o movimento de recuo começou na quinta-feira (15) logo após a reunião que declararam que não seguiriam mais o comando do PT.

“Alguns deputados mal esperaram terminar a reunião e já estavam ligando para o governador Tião Viana afirmando que não estavam rebelados. A verdade é que estavam com medo de perder os cargos dos afilhados que têm dentro da estrutura do governo”, afirmou.

O deputado Eber Machado (PSDC), que se recusou a assinar uma carta de retratação destinada ao governador Tião Viana, onde desmentiria a suposta ingerência por parte do petista na direção do PSDC, também amenizou o discurso, mas afirmou que a frente alternativa continuará firme.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up