Rio Branco, Acre,


Frei André enfrentou duros momentos na defesa e proteção dos oprimidos, diz CDDHEP

O Centro de Defasa dos Direitos Humanos e Educação Popular do Acre divulgou nota de pesar pelo falecimento do frei André Ficarelli, 93 anos, nesta quinta-feira (3), em Rio Branco.

A nota diz que Ficarelli “esteve presente e enfrentou duros momentos na defesa e proteção dos pobres e oprimidos”.

PUBLICIDADE

Confira a nota na íntegra:

À Igreja Católica e à Congregação Servos de Maria

A Igreja Católica está de luto e Centro de Defasa dos Direitos Humanos e Educação Popular do Acre- CDDHEP também.

A partida do Padre André nos deixa a todos saudosos. Muito se teria a dizer da falta que nos fará. No entanto compreendemos que cumpriu a sua missão que foi longa e, muitas vezes, difícil. Esteve presente e enfrentou duros momentos na defesa e proteção dos pobres e oprimidos. Os movimentos sociais, sindicais e  o Centro de Defesa jamais esqueceremos aquele homem, com sua tradicional determinação e altivez na porta da Catedral impedindo a entrada da polícia para  reprimir a luta dos professores. Jamais esqueceremos os embates, até com representantes do poder judiciário, para ajudar a garantir a moradia para os pobres que ocupavam terras na cidade de Rio Branco. Nos marcou profundamente a intransigente defesa dos moradores do Triangulo Novo. O próprio Centro de Defesa dos Direitos Humanos, criado, inicialmente como um organismo da Igreja, tem muito a agradecer. Nos tempos da ditadura, nem poderíamos existir sem o apoio e proteção que a Igreja nos deu.

Muito mais teríamos a lembrar, porém não queremos nos alongar, mas não poderíamos nos calar nesse momento de tristeza, mas também de confraternização e reencontro com o que de bom e justo a passagem de Frei André por essa terra nos deixou.

Assina Raimunda Bezerra da Silva em nome dos sócio, sócias e equipe do Centro de Defesa dos Direitos Humanos do Acre – CDDHEP

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up