Rio Branco, Acre,


Gina: Nazaré Araújo tem que deixar a memória do pai em paz e construir a própria história política

Nazaré Araújo durante desfile de 7 de Setembro/Foto: Altino Machado/ContilNet
Nazaré Araújo durante desfile de 7 de Setembro/Foto: Altino Machado/ContilNet

O Acre existia antes do PT

O Acre já existia antes do PT e Nazaré Araújo não foi a primeira mulher a passar em revista as tropas durante um desfile cívico em solo acreano. Eis duas verdades inexoráveis que talvez algum dia os petistas assimilem.

PUBLICIDADE

Já podem parar, está sem graça

A propósito, o discurso morno e sem graça de Nazaré Araújo ao pai morto, ex-governador José Augusto, é um xarope de groselha sem atrativo preparado pela assessoria de imprensa do PT.

Própria história

Já chega de Nazaré Araújo carregar o corpo do pai nas costas para fazer campanha para o PT. Está na hora de deixar a memória do progenitor em paz e construir a própria história política.

CONFIRA MAIS NA COLUNA DA GINA

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up