Rio Branco, Acre,


Imac registra 158 focos de queimadas nos últimos 3 meses; órgão já aplicou quase R$ 1 milhão em multas

"Fiscalização está sendo feita por via terrestre, aérea e fluvial", diz Imac

Equipe registra foco de queimada na BR-317/Foto: ContilNet
Equipe registra foco de queimada na BR-317/Foto: ContilNet

Em um relatório preliminar das ações realizadas na operação “Floresta Viva”, o setor de controle ambiental do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), por causa das queimadas e derrubadas ilegais, já multou em quase R$ 1 milhão alguns proprietários rurais do Acre. Foram 158 autos e notificações com embargo de propriedades, apreensões de madeiras, caminhões e tratores nos últimos 3 meses.

A operação se concentra principalmente em Rio Branco, Capixaba, Senador Guiomard, Plácido de Castro, Acrelândia, Porto Acre, Sena Madureira, sendo os principais acessos às rodovias AC-90 (Transacreana), BR-317 e 364.

PUBLICIDADE

“Desde o dia 8 de julho são realizadas ações de controle de desmatamentos e queimadas, com deslocamentos das equipes de fiscalização”, disse o chefe de controle ambiental do órgão, Fabiano Cavalcante.

Imac já registrou 158 focos de calor nos últimos 3 meses/Foto: ContilNet
Imac já registrou 158 focos de calor nos últimos 3 meses/Foto: ContilNet

Ainda segundo ele, a fiscalização está sendo feita por via terrestre, aérea e fluvial, utilizando-se o geoprocessamento, que subsidia o planejamento e ações de controle. “Também estão sendo utilizados polígonos, que dão suporte na confecção de cartas-imagens nas áreas dos desmatamentos”, destacou Cavalcante.

quemadas2

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up