Rio Branco, Acre,


Jorge Viana se reúne com ministro Nelson Barbosa para tratar da ferrovia bioceânica

Em discurso no plenário, senador ainda falou sobre as obras da ponte sobre o Rio Madeira e liberação de recursos federais para Rio Branco

jorge
Parlamentares se reúnem com Barbosa

O senador Jorge Viana promoveu um encontro da comitiva de parlamentares que integram a Frente Parlamentar Mista Pró-Ferrovia Bioceânica com o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, para tratar do andamento e viabilização desta obra. O encontro, realizado na noite da última quarta-feira (16), no gabinete do ministro, contou com a presença de integrantes da coordenação do grupo parlamentar: o deputado federal César Messias (PSB/AC), o senador Valdir Raupp (PMDB/RO), o senador Acir Gurgacz (PDT/RO), o senador Wellington Fagundes (PR/MT) e o deputado federal Fábio Garcia (PSB/MT).

A ferrovia bioceânica terá cerca de 3,5 mil quilômetros e ligará o porto do Açu (RJ), no Oceano Atlântico, ao porto de Ilo (Peru), no Oceano Pacífico. De acordo com o ministro, no momento estão sendo realizados os estudos para o traçado, o custo da obra e o modelo de contratação. O trabalho deve ser concluído em maio do próximo ano e, de acordo com Barbosa, o momento é de definição do percurso da ferrovia dentro do estado do Acre.

PUBLICIDADE

“O primeiro grande passo que nós demos foi essa audiência para organizar o trabalho da comissão parlamentar, que é subscrita por 200 parlamentares, mas que tem essa coordenação com o Ministério do Planejamento, o órgão do governo brasileiro que trabalha a Ferrovia Bioceânica. Nós vamos acompanhar diuturnamente esse projeto, trabalhar ao lado do governo da presidenta Dilma e junto ao governo chinês”, disse o senador.

Jorge Viana destacou ainda o apoio dos governos do Acre, Rondônia e Mato Grosso para execução da obra e falou sobre a importância de uma ferrovia na Amazônia do ponto de vista socioambiental. “O governador Tião Viana trata esse assunto com prioridade e a Vice-governadora Nazareth Araújo já esteve em algumas reuniões para discutir esse tema. A rodovia é útil do ponto de vista econômico, mas ela cria um problema gravíssimo de especulação fundiária por onde passa, ao contrário da ferrovia”.

Prefeitura

Em seu discurso no plenário, Jorge Viana também falou sobre as audiências que participou ao lado do prefeito Marcus Alexandre em Brasília para tratar de liberação de recursos para a capital acreana. Em uma delas, o ministro da Integração, Gilberto Occhi, garantiu a liberação de quase R$ 4 milhões para fazer frente aos graves problemas estruturais nas ruas de Rio Branco com o desmoronamento da margem do Rio Acre.

“O Marcus tem sido um dedicado prefeito”, declarou o senador que também citou as audiências que foram realizadas no Ministério da Pesca, Ministério das Cidades, Ministério do Turismo e Ministério do Esporte.

Ponte do Madeira

O senador destacou ainda a divulgação de uma reportagem apontando a possibilidade de uma ação da Procuradoria do Ministério Público Federal de Rondônia para embargo da obra da ponte sobre o Rio Madeira. “Estou me referindo a uma obra pela qual estamos lutando há décadas por ela, nos empenhamos suprapartidariamente. Aconteceu um acidente na ponte e a procuradora do Ministério Público Federal está propondo o embargo da obra para a investigação. Ora, se é preciso fazer embargo tem que ser do serviço, mudar o serviço que está sendo oferecido lá, e deixar a obra continuar”, defendeu.

Jorge Viana declarou que vai encaminhar um expediente ao Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, pedindo que se faça um apelo para que a obra não seja embargada. “Nós temos que cobrar que a obra seja acelerada e não retardada”, concluiu.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up