Rio Branco, Acre,


Pais de estudantes mexicanos desaparecidos iniciam greve de fome

Vidulfo Rosales, o advogado das famílias, disse que os pais vão pedir que Pena Nieto ordene uma nova investigação e exigir que as autoridades entreguem os 43 jovens vivos.

epa04899646 Relatives and friends of the 43 Mexican students who disappeared in September 2015 in Iguala, Guerrero State, take part in a march in Mexico City, Mexico, 26 August 2015. In a demonstration with almost 200 supporters, relatives of the missing students marched from Independence Memorial toward the main square in Mexico City where they held a meeting marking eleven-month since their disappearance. EPA/SASHENKA GUTIERREZ

Os pais dos 43 estudantes mexicanos que desapareceram no ano passado começaram uma greve de fome nessa quarta-feira (23), véspera de um encontro com o oresidente do país, Enrique Pena Nieto.

PUBLICIDADE

As famílias dos jovens estão sob uma lona branca em frente à catedral da Cidade do México, na Praça Zocalo.

“Durante 43 horas vamos apenas beber água e vamos estar em jejum quando nos encontrarmos com o Presidente”, disse Nardo Flores, cujo filho Bernardo está entre os desaparecidos.

Este será o segundo encontro entre os pais dos estudantes e Pena Nieto desde o desaparecimento dos jovens no ano passado.

Vidulfo Rosales, o advogado das famílias, disse que os pais vão pedir que Pena Nieto ordene uma nova investigação  e exigir que as autoridades entreguem os 43 jovens vivos.

Os estudantes de uma escola de formação de professores no estado de Guerrero desapareceram depois de terem sido atacados por polícias locais na cidade de Iguala.
As autoridades dizem que a polícia os entregou ao cartel Guerreros Unidos, que os matou e incinerou os corpos.

Mas a investigação oficial foi questionada por especialistas independentes da Comissão Inter-Americana para os Direitos Humanos, que dizem não haver provas de que os estudantes tenham sido queimados numa lixeira, como tinha sido avançado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up