Rio Branco, Acre,


Parlamentares cobram Anatel para melhorar qualidade da telefonia celular no Acre

Agência diz que operadoras tem até final de outubro para entrar no padrão de qualidade

parlamentaresanatel
“O que está acontecendo é um desrespeito com as pessoas”, disse Cameli

Os senadores Gladson Cameli (PP-AC) e Sérgio Petecão (PSD-AC) e a deputada federal Jéssica Salles (PMDB-AC), na tarde desta quarta-feira,16, pediram providências a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para melhorar o serviço de telefonia móvel no estado do Acre. No último final de semana, em algumas regiões do Acre, o serviço foi interrompido várias vezes. O órgão informou que que as operadoras têm até o final de outubro para cumprir o padrão de qualidade que é exigido igualmente em todos os estados. Caso, as operadoras descumpram essa exigência terão que pagar uma multa que pode chegar a até R$10 milhões de reais.

Na sala de monitoramento de Controle de Qualidade, onde a Anatel acompanha o desempenho das operadoras, a superintendente de Controle e Obrigações, Karla Crosara, explicou para os parlamentares, que a agência exige que todos os estados estejam dentro do padrão de qualidade, que é uniforme. “Não é porque em algumas regiões existem uma dificuldade de revelo que elas serão penalizadas. O tratamento do órgão regulador é igualitário para todas as regiões do país. Já notificamos as operadoras que não estão cumprindo o padrão de qualidade, e elas terão até final de outubro para melhorarem os serviços. Caso não cumpram o prazo, elas serão multadas.  A multa para descumprimento pode chegar a R$10 milhões ”, ressaltou.

PUBLICIDADE

Para o senador Gladson Cameli, que defende a bandeira de uma comunicação melhor para o Acre, o que está acontecendo é um desrespeito com as pessoas. “Fica claro a insatisfação dos acreanos com as operadoras. Não podemos aceitar, por exemplo, que a região do tamanho do Vale do Juruá e do Alto Acre fiquem um final de semana inteiro sem o serviço, como ocorreu no último final de semana. Nós parlamentares estamos atentos ao nosso papel. Como representante dos acreanos, vou ficar cobrando para que a agência tome as medidas cabíveis para que o sistema de telefonia melhore em nosso estado”, ressaltou.

A deputada Jéssica Salles acrescentou que o povo não aguenta mais e que a Anatel precisa cobrar das operadoras soluções para os transtornos. “Esse problema não é de hoje e as reclamações são constantes. A falta de comunicação verificada no último final de semana em Cruzeiro do Sul não é um caso isolado. Isso acontece há muito tempo. Não é admissível mais conviver com os serviços de péssima qualidade oferecidos pelas empresas de telefonia móvel no Juruá. A Anatel deve voltar as atenções para o nosso estado da forma como fiscaliza os serviços oferecidos nos grandes centros do País”, destacou.

O senador Sérgio Petecão salientou que é preciso dar uma resposta para população, e a região do Acre precisa ser priorizada. “No Juruá, os problemas de falta de conexão na telefonia fixa, e principalmente na móvel, acontecem regularmente e nada tem sido feito para coibir. Esperamos agora com essa reunião que as coisas possam mudar a telefonia no Acre, realmente, melhore”, disse o senador.

Epitaciolândia: Paga tarifa internacional em chamada local

O prefeito de Epitaciolândia, André Hassem (PP-AC) também participou da reunião e cobrou providências da Anatel sobre as operadoras que estão tarifando ligações locais como internacional. De acordo com o prefeito, pelo munícipio fazer fronteira com a Bolívia, muitas vezes a ligação local se torna internacional, fazendo com que as pessoas paguem uma tarifa bem mais alta.  A agência explicou que está ciente do problema e está tentando solucionar. A proposta é tornar as ligações realizadas nas estações da fronteira, tanto do Brasil como da Bolívia, chamadas locais.

Anatel: saiba como reclamar de sua operadora

O gráfico apresentado pelo gerente de Controle de Obrigações de Qualidade, Vinicius Caram, mostrou que o estado do Acre não é o que mais reclama da má qualidade dos serviços prestados pelas operadoras. O número para reclamações é 1331. Ela também pode ser feita por meio do aplicativo da Anatel.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up