Rio Branco, Acre,

governadortiaoviana2-23-06

PF e MPF pedem prorrogação das investigações contra Tião Viana, diz colunista

Delator diz que Tião teria recebido R$ 300 mil em propina

Governador Tião Viana
Governador Tião Viana (PT)

A colunista política da Folha de São Paulo, Mônica Bergamo, informou em sua coluna de terça-feira (22) que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal pediram prorrogação do prazo para seguir investigando o governador do Acre, Tião Viana (PT), por suposto envolvimento na Operação Lava jato.

Tião Viana foi citado pelo delator Paulo Roberto Costa nas delações da Lava Jato no início do ano. Costa diz que Tião teria recebido R$ 300 mil em propina da Petrobras para fazer campanha eleitoral para governador do Acre, em 2010, onde foi eleito ao derrotar o candidato da oposição, Tião Bocalom.

PUBLICIDADE

Além de Tião Viana, Costa havia citado os nomes do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e o ex-governador do RJ, Sérgio Cabral. No caso dos peemedebistas, a PF encaminhou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) documento que pede o arquivamentos das investigações. Já contra o petista, as investigações seguem em andamento.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up