Rio Branco, Acre,


Presidente da Federação de Futebol do Acre é assaltado na Tijuca, no Rio de Janeiro

Toniquim e mais dois presidentes foram assaltos no Rio
Toniquim e mais dois presidentes foram assaltos no Rio

O presidente da Federação de Futebol do Acre Antônio Aquino Lopes, o Toniquim, passou por momentos de tensão ao deixar prédio da CBF, na Barra da Tijuca – RJ, e serem abordados por assaltantes que conduziam três motocicletas.

O crime, que ocorreu na sexta-feira (21) mas não foi divulgado, aconteceu a menos de um quilômetro da sede da entidade. Toniquim estava com outros dois presidentes de federações estaduais de futebol, dos estados do Ceará e Piauí.

PUBLICIDADE

Os dirigentes tiveram de entregar, sob ameaça, celular, dinheiro, aliança, cartões de crédito e relógio.

Os presidentes estavam no rio para participar de um curso de gestão de futebol na CBF. Ao portal Terra, Toniquim conta que os criminosos roubavam também carros que paravam nas proximidades deles.

“Os caras atravessaram as motos na pista, na frente do carro, e desceram armados. Deram tiros para o chão a fim de nos intimidar. Bateram no nosso vidro e então fomos dando tudo que pediam, sem esboçar reação.  Eles gritavam e nos ameaçavam.  E foram roubando os passageiros dos veículos que paravam atrás de nós”, contou o  presidente da federação acreana de futebol.

Dirigentes de outros estados tentaram acalmar os criminosos, mas em vão.

“Tomamos um choque e resolvemos seguir para o hotel. Todos ficamos com medo de morrer. Os ladrões estavam muito nervosos, tentaram abrir as portas do carro à força. Naquela noite, nenhum de nós conseguiu dormir direito. Todo mundo acordou de madrugada, ainda como reflexo do susto”, disse Aquino.

Nenhum dos dirigentes registrou a ocorrência.

Com informações do Terra

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up