Rio Branco, Acre,


Professores denunciam agressões de petistas durante protesto no desfile de 7 de Setembro

“Nós denunciamos a agressão que sofremos a dois policiais, mas existe a burocracia de registrar boletim de ocorrência"', disse um professor

Petistas teriam tentado intimidade os manifestantes, denuncia os professores/Foto: ContilNet
Petistas teriam tentado intimidade os manifestantes, denuncia os professores/Foto: ContilNet

Dezenas de professores que participaram de um protesto contra o governo do Acre durante o desfile de 7 de Setembro, na avenida Amadeo Barbosa, em Rio Branco, acusaram membros da Juventude do Partido dos Trabalhadores ( JPT) de os terem agredido e tomado uma bandeira.

De acordo com o professor da rede estadual de ensino, Lucas Prado da Silva, o protesto se dava de forma pacífica até o momento em que os jovens da JPT os “atacaram”, tomando faixas e cartazes e os agredindo.

PUBLICIDADE

“Nós denunciamos a agressão que sofremos a dois policiais, mas existe a burocracia de registrar  boletim de ocorrência para que possam tomar  alguma providências. É um absurdo o que os petistas fizeram”, afirmou o professor.

Outro professor, Jorge Neto de Andrade, confirmou a informação da agressão e acusou os petistas de terem roubado a faixa usada no protesto. “Os membros da JPT ameaçaram minha integridade física. Eles se comportam como bandidos. Não respeitam o direito legítimo de protesto”, acrescentou.

professoreportestosetembro2

A reportagem da ContilNet telefonou, mas não conseguiu localizar o presidente da executiva estadual do PT, Ermicio Sena, através do número 99xxxx13, para que pudesse se pronunciar sobre as acusações.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up