Rio Branco, Acre,


Senador Jorge Viana diz que presença de empresários em campanha é imoral

Projeto que acaba com o financiamento de campanhas eleitorais foi aprovado no Senado

Senador Jorge Viana (PT)
Senador Jorge Viana (PT)

O senador Jorge Viana (PT) comemorou nesta quarta-feira (2) a aprovação do projeto de lei que acaba com o financiamento de campanhas eleitorais por parte de empresas privadas. A matéria teve 36 votos favoráveis e 31 contra em votação no plenário do Senado. Com a medida, somente pessoas físicas poderão fazer repasse de recursos para partidos ou candidatos.

“Nós temos uma bela oportunidade de pôr fim a essa presença ilegal, inconstitucional e imoral, que é o envolvimento de empresários no financiamento de campanha. Empresa visa lucro e a política não pode ser uma atividade do lucro”, avalia o senador.

PUBLICIDADE

O fim do financiamento privado é uma das principais bandeiras do PT no Congresso no debate da reforma política. O partido é um dos mais atingidos com o escândalo de corrupção na Petrobras, o petrolão. A legenda é acusada de ter recebido dinheiro de propina para suas campanhas por empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato. O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, está preso na carceragem da Polícia Federal.

Pelo projeto do Senado, a doação está limitada ao total de rendimentos tributáveis do ano anterior à transferência dos recursos. Essas normas fazem parte da reforma política reunida no PLC 75/2015.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up