Rio Branco, Acre,


Alunos de Redes da Uninorte constroem Drone utilizando Nanotecnologia

Exposição acadêmica contou com projetos construídos com nanotecnologia

alunosuninorte2
Para o acadêmico João Batista Filho, a criação do drone foi interdisciplinar e envolveu cerca de seis meses de trabalho/Foto: Ascom

A exposição de trabalhos acadêmicos do Curso Superior Tecnológico em Redes de Computadores da Uninorte surpreendeu o público universitário. Realizado no hall da instituição, no último dia 10 de junho, a apresentação que contou com a participação de nove (9) grupos de alunos teve o objetivo de apresentar, esclarecer e desmistificar conceitos e termos tecnológicos.

Entre os trabalhos apresentados, destacou-se o drone (aeronave que não é tripulada) desenvolvido pelos alunos. Segundo o coordenador do curso de Redes de Computadores da Uninorte, Alessandro Souza Campos, a exposição teve o intuito de envolver diversas disciplinas do curso, onde os estudantes puderam exercitar o aprendizado em projetos.

PUBLICIDADE

“Nestes projetos, os alunos tiveram a oportunidade de criar, experimentar e testar seu aprendizado”, disse.

Campos ressalta que muitos alunos foram além das expectativas, demonstrando conhecimento, vontade e determinação no desenvolvimento dos trabalhos. Um destes casos foi notório com os alunos responsáveis pelo tema nanotecnologia. De acordo com o estudante Filemom Sobreira, o projeto do grupo foi feito visando agregar o tema nanotecnologia com a comunicação. “Em nosso projeto desenvolvemos um protótipo, aplicando na prática a nanotecnologia. Ela está presente nos microcomponentes utilizados nas placas utilizadas, por exemplo. Usamos o Bluetooth como meio de comunicação e controle, para conectar o drone ao celular”, explica Sobreira.

Para o acadêmico João Batista Filho, a criação do drone foi interdisciplinar e envolveu cerca de seis meses de trabalho. “Tivemos que nos empenhar muito para este projeto dar certo. Vários testes foram realizados até chegar ao produto final. A criação deste drone envolveu todas as matérias que estudamos até aqui. Para sua construção passamos por conceitos de gestão, de convergência, auditoria, tópicos especiais, dentre outros”, disse o acadêmico.

Durante a exposição os alunos conseguiram comprovar que a criatividade e o comprometimento podem fazer a diferença na elaboração de um trabalho. E, no caso do grupo responsável pela criação do drone, o trabalho continua. De acordo com a equipe, novos projetos deverão envolver o mesmo grupo, que quer alçar voos mais altos.

Sobre o curso de Redes de Computadores da Uninorte

O curso de CST em Redes de Computadores da Uninorte tem o objetivo de promover a formação profissional com base nas exigências do mercado de trabalho, ou seja, integrando empresa-escola com a execução de estágios extracurriculares e projetos integradores semestrais e levando em consideração as mudanças técnico-científicas para atualizar o profissional.

alunosuninorte

Depois de formado, o tecnólogo auxilia no projeto e na construção de computadores pessoais, de empresas e de produção automatizada. Realiza também sua manutenção preventiva. Conecta circuitos eletrônicos, placas de som e áudio e o computador com seus periféricos, como teclado, mouse e impressoras. É parte de suas funções, ainda, participar do desenvolvimento de projetos e da instalação de redes de computadores, decidindo pelo tipo e pelo número de unidades, por sua configuração e pelos programas de gerenciamento. (Assessoria)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up