Rio Branco, Acre,


A tão falada união da Frente Popular é uma “deslavada mentira”, diz colunista

Violência

A quantidade de assaltos em Rio Branco ultrapassou qualquer limite de normalidade e mesmo assim nenhuma operação especial para combatê-los foi tomada.

PUBLICIDADE

Faroeste

O deputado Jairo Carvalho (PSD) não deixa de ter razão quando diz que Rio Branco vive um faroeste urbano.

Beicinho

Muita gente dentro da Frente Popular do Acre continua fazendo beicinho de criança mimada por conta da decisão de Tião Viana (PT) em ungir Socorro Neri (PSB) como vice de Marcus Alexandre (PT), mas ninguém com coragem o suficiente para romper com o grupo.

Conselho da FPA é composto apenas por Carioca e Tião Viana/Foto: Gleilson Miranda/Secom
Conselho da FPA é composto apenas por Carioca e Tião Viana, diz colunista/Foto: Gleilson Miranda/Secom

Conselho de dois apenas

O conselho político da Frente Popular há muito tempo se resumi a Tião Viana e Carioca, ninguém mais fora eles decide coisa alguma que seja relevante.

Assim que acontece

Dentro da Frente Popular as decisões são empurradas de cima para baixo e infeliz de quem reclamar que correrá sério risco de ser exilado da mesa do rei e dos favores palacianos.

Simples assim

A tão falada união da Frente Popular é uma deslavada mentira. O silêncio que pode ser interpretado como aceitação, que o PT recebe dos demais partidos, sempre é pago com gordos salários em cargos comissionados e outras coisas mais.

União de faz de conta

A Frente Popular ousa criticar a oposição por ser desunida quando entre eles acontece cizânias alarmantes, mas que são abafadas por interesse pessoal de usufruírem da estrutura da máquina pública.

Flaviano Melo

O deputado federal Flaviano Melo (PMDB) não caia no erro de achar que poderá indicar o diretor da Funai sem apoio dos próprios indígenas. Eles são organizadíssimos e prontos a lutar por seus interesses.

Mais fases

O secretário de Segurança, Emylsson Farias, afirmou que a Operação Lares vai ter mais fases. Muita gente deve ficar apavorada com isso.

Pereira e Angelim

O ex-deputado Geraldo Pereira (PT) e Angelim (PT) não podem ser arrastados para essa confusão de vendas ilegal de casas. Ser parente de alguém que está sendo investigado na Operacao Lares não os torna suspeitos. Conheço pessoalmente o ex-deputado Pereira e sei da seriedade e honestidade dele.

Bom dia a todos

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up