Rio Branco, Acre,


Ministro da Justiça defende uso da inteligência para combater roubo a bancos

Dados da Febraban apontam uma redução nos índices de assalto a bancos no Brasil. Em 2000, foram registrados 1.903 crimes desta categoria e no ano passado o número caiu para 394.

brasil_2-330193O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, defendeu hoje (6) o fortalecimento da inteligência e a parceria entre órgãos públicos e privados no combate ao crime organizado, durante a abertura do 4º Fórum Nacional de Enfrentamento a Roubos a Bancos. O encontro é promovido pelo Ministério da Justiça e Cidadania em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

“É importantíssima a parceria e a troca de informações, assim como é importante analisar as necessidades conjuntas para que possamos melhorar o combate a esse tipo de crime. Esse fórum terá esse objetivo e, com certeza, alcançaremos bons resultados”, avaliou Moraes.

PUBLICIDADE

Moraes ressaltou ainda a importância do mapeamento de armas apreendidas nos roubos a bancos. “É importantíssimo que possamos rastrear, mapear e colocar em prática um DNA das armas, um rastreamento das armas apreendidas, para que possamos atacar lá na raiz esse problema”, ressaltou o ministro.

O 4º Fórum Nacional vai até a próxima quinta-feira (9) e debaterá soluções de segurança para bancos e plano de segurança orgânica nas instituições; padronização de procedimentos investigativos e tecnologia no âmbito policial; difusão de informações e integração da segurança pública no enfrentamento a roubos a bancos e repressão à lavagem de dinheiro. Ao final dos trabalhos, serão definidos os membros do Comitê Técnico responsável por elaborar o Guia Nacional de Procedimentos Padrões para o Enfrentamento a Roubos a Banco.

Dados da Febraban apontam uma redução nos índices de assalto a bancos no Brasil. Em 2000, foram registrados 1.903 crimes desta categoria e no ano passado o número caiu para 394.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up