Rio Branco, Acre,


Sinhasique repudia governador por tratar assalto na maternidade como normal

Deputada Eliane Sinhasique
Deputada Eliane Sinhasique

A deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta terça-feira (21), para dizer que a superlotação na Maternidade Bárbara Heliodora se dá pelas deficiências no atendimento na rede municipal de saúde e para repudiar declaração do governador Tião Viana acerca de assalto na Unidade de Saúde.

Segundo Sinhasique, durante reunião com os diretores da Maternidade, na segunda-feira (13), eles expuseram que a Maternidade está deixando de fazer os atendimentos de alta complexidade para fazer serviço ambulatorial. “Procuram a Maternidade porque não encontram na Saúde Básica do município o atendimento para os seus problemas”.

PUBLICIDADE

A deputada afirma que os gestores do Hospital disseram já ter passado essa situação para o secretário de Saúde do município em duas ocasiões e lamenta que a Maternidade esteja sendo subutilizada.

“O pré-natal não está sendo feito nos postos de saúde e até teste de gravidez está sendo feito na maternidade. As mulheres estão procurando a Maternidade para tratar de infecção urinária, de herpes genital, de sífilis, de clamídia, de gonorreia, do HPV”, disse a parlamentar.

Sinhasique também aproveitou a oportunidade para criticar declaração de Tião Viana acerca de assalto na Maternidade. “Repudio a forma como o governador do Estado minimiza os problemas que a população de Rio Branco enfrenta, classificando, por exemplo, de alarde, de coisa pequena e desnecessária a repercussão do assalto na Maternidade”. (Assessoria)

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up