Rio Branco, Acre,


Tiroteio mata mais de 20 pessoas na boate gay mais famosa de Orlando, nos EUA

Atirador abre fogo em boate gay em Orlando, EUA, na manhã deste domingo (12). Após troca de tiros o atirador foi morto

Um tiroteio na casa noturna gay Pulse, em Orlando, na Flórida, que ocorreu cerca de 2 horas da madrugada deste domingo, no horário local, deixa aproximadamente 20 mortos e 42 feridos, segundo autoridades locais. A polícia pediu aos moradores manterem distância e usa sua conta do Twitter para atualizar a população.

A polícia de Orlando afirmou que há pessoas mortas dentro da casa noturna e que mais de 42 pessoas foram feridas e encaminhadas para hospitais da região. Após troca de tiros, o atirador foi morto dentro da casa noturna. O ato vai ser investigado como um “ato de terrorismo”.

PUBLICIDADE
gay1
O tiroteio que aconteceu na boate Pulse, nos EUA, será investigado como um “ato de terrorismo”/ Foto: Divulgação/Polícia de Orlando

Várias pessoas que estavam na boate no momento do tiroteio publicaram nas redes sociais que um homem armado estava escondido e mantendo reféns no local. Um cliente da casa noturna disse ter ouvido cerca de 40 tiros sendo disparados.

A polícia disse no Twitter que havia realizado uma “explosão controlada” no local três horas após o começo do tiroteio.

A boate é considerada “o mais quente bar gay” no coração de Orlando, segundo ela mesma. Segundo algumas testemunhas, o tiroteio começou e todos começaram a correr para fora do bar. Logo, várias viaturas policiais apareceram no local.

Incidente aconteceu um dia depois da cantora Christina Grimmie, ex-The Voice, ser baleada e morta, também em Orlando. Mas a polícia não acredita que estes fatos tenham ligação.

https://youtu.be/o_PojuoTxyc

https://youtu.be/Odh91y5hb6U

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up