20.5 C
Rio Branco
17 maio 2022 10:18 am

“Não é festa, é revolução!”: Acre se prepara para a 11ª Semana da Diversidade e Parada Gay 2017

POR

Última atualização em 11/07/2017 15:34

O início da Revolução Acreana, celebrada no dia 6 de agosto, será motivo para celebrar outra revolução em 2017: A 11ª Semana da Diversidade, que será realizada entre os dias 1 e 6 de agosto e trará no dia da data comemorativa estadual a Parada do Orgulho LGBT.

Ultima parada LGBT ocorreu em 2015/Foto:ValFernandes

A semana terá como tema a frase “Não é festa, é revolução!”, em homenagem à frase dita por Plácido de Castro para dar início à retirada dos bolivianos da cidade de Xapuri, dando início à terceira tentativa de tornar independente o território do Acre, no dia 6 de Agosto de 1902, mesmo dia em que a Bolívia comemorava sua libertação do domínio espanhol.

As atividades estão programadas para ocorrer em diversos espaços culturais da cidade, como a Filmoteca Acreana, Calçadão do Mercado Novo e outros. À frente da realização do evento está o Fórum de ONGs LGBT do Acre e a Associação de Homossexuais do Acre (AHAC), com apoio de diversos parceiros, incluindo a Prefeitura de Rio Branco e o Governo do Estado do Acre.

Este ano atividade vão ocorrer em diversos pontos culturais/Foto:ValFernandes

“Queremos conscientizar as pessoas que a Semana e a Parada são expressões de conscientização do movimento LGBT. Também esperamos sensibilizar as pessoas sobre o direito de vivermos juntos em uma sociedade na qual todos possuem o direito à cidadania e à equidade”, explicou Germando Marinho, presidente do Fórum de ONGs LGBTs do Acre.

No Acre, segundo a Associação de Homossexuais do Acre, entre 2007 e 2016 foram registrados 15 assassinatos com teor discriminatório envolvendo homossexuais, sendo 11 deles em Rio Branco. Em 2017 também já foi registrada a primeira vítima LGBT em Rio Branco.

Sérgio de Carvalho, diretor-presidente da Fundação Garibaldi Brasil, explica que, por atuar na área da cultura, a instituição sabe que o apoio aos movimentos da diversidade é imprescindível: “Estas ações contribuem para uma sociedade mais igualitária, e a cultura é parte dessa mudança. Precisamos estar unidos para trazer uma sociedade onde exista o bem-estar entre as pessoas, e que ninguém tenha medo de sair nas ruas”.

A Parada está prevista para acontecer a partir das 14h do dia 6 de agosto/Foto: Val Fernandes

A concentração da Parada está prevista para ocorrer a partir das 14h do dia 6 de agosto, na sede da Universidade Federal do Acre (Ufac) no Centro de Rio Branco. O percurso seguirá o mesmo caminho da última edição, realizada em 2015, encerrando a festividade no calçadão do Mercado Novo com apresentações de artistas locais.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.900 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.