Ação solidária e atividade cultural são realizadas na Ejorb


Buscando engajamento dos alunos, o “Projeto de Vida” insere os jovens para o protagonismo

NOTÍCIAS DO ACRE

Atividades culturais marcaram o encerramento do “Projeto de Vida”, realizado nesta quinta-feira, 21, pela Escola Integral José Ribamar Batista (Ejorb).

Buscando o engajamento dos alunos, o “Projeto de Vida” insere os jovens para o protagonismo e solidariedade com a comunidade externa e escolar. A partir disso, alimentos, roupas e brinquedos foram arrecadados para serem distribuídos à comunidade.

A gestora Cirlene Luz conta que a cada finalização do projeto é realizada uma tarde de atividades culturais para celebrar os resultados. “Essa é uma atividade para os alunos perceberem de fato protagonistas. Para desenvolverem a solidariedade. Tivemos uma quantidade exorbitante de produtos, hoje nos reunimos para comemorar e mostrar como a escola está unida nesse processo”, afirma.

Dança, música e teatro integraram a apresentação. Para Tamires de Araújo, aluna do primeiro ano do ensino médio, a mostra é a finalização de todo trabalho realizado. “A ideia não é só a competição. Essa atividade é importante para quebrar a rotina diária de aula e para a sociedade é um ganho porque nosso trabalho irá ajudar pessoas necessitadas”.

Para Maria Eunilde, professora e idealizadora do projeto, o foco da escola é a solidariedade. Ela conta também que o resultado foi o melhor já obtido e o sentimento é de felicidade pelo sucesso do trabalho. “Estamos muito felizes e realizados. Depois de tanto trabalho nós reunimos para celebrar. Isso é importante, eles estão ajudando a própria comunidade.”

Doze turmas participaram da arrecadação (Foto: Ariel Lima)

Arrecadação

A meta era arrecadar 50 cestas básicas para distribuição apenas para os alunos carentes. No entanto, para surpresa da escola, foram arrecadados 150 cestas básicas, 200 fraldas descartáveis, além de roupas e brinquedos. Após a arrecadação, os alunos foram à comunidade identificar as famílias que seriam beneficiadas.

Todo o processo ocorreu durante seis dias. Algumas cestas ficaram incompletas, mas mesmo assim os produtos serão doados para creches e ONGs sem vínculo governamental. Além da gincana, será promovido um almoço para a turma campeã. E para finalizar o ano letivo, uma miniceia de Natal também será realizada, simbolizando as festas comemorativas.

comentários

Outras Notícias

Veja Também