Polícia Civil desarticula ‘boca de fumo’ comandada por mulher de presidiário e adolescentes


Entre os materiais encontrados pela polícia estavam: ‘cabecinhas’ de pasta base de cocaína

THALIS GUTIERRES, DA CONTILNET

Policiais civis de Brasileia, por meio de uma investigação ágil e minuciosa, deram fim a um ponto de venda de drogas localizado na rua Leonardo Barbosa, na periferia do município.

Quando chegaram ao local, os policiais encontraram apenas mulheres na ‘boca de fumo’. Entre as quatro suspeitas que foram detidas, três delas eram adolescentes de 13, 15 e 17 anos, que, em tese, seriam comandadas pela única adulta presa no local.

Material apreendido pela Polícia Civil no local /Foto: O Alto Acre

Analisando bilhetes apreendidos na residência, a polícia chegou a conclusão que algumas das suspeitas mantinham um relacionamento com presidiários em Rio Branco. Denominados de “companheiros”, parte do faturamento da ‘boca de fumo’ também seria enviada a estes homens.

Entre os materiais encontrados pela polícia estavam: ‘cabecinhas’ de pasta base de cloridrato de cocaína, anotações sobre o faturamento diário do ponto e dinheiro que possivelmente seria fruto da atividade criminosa.

Todas se declaram inocentes e afirmaram não saber de nada sobre o fato. A maior foi levada para delegacia do município, enquanto as três adolescentes foram conduzidas a um abrigo para menores.

Com informações do O Alto Acre

comentários

Outras Notícias

Veja Também